Unhas pintadas

Unhas pintadas

Uma reflexão sem julgamentos

Quando me perguntam qual assunto mais gerou polêmica no blog, vou logo dizendo que foi o dos esmaltes coloridos, escrito em 2012. O blog tinha acabado de surgir, e eu não tinha maturidade nenhuma pra lidar com tanta repercussão, tantos comentários (foram centenas), tantos pontos de vista, tantas opiniões. Pirei! Chorei por semanas, quis excluir a página, respondi muita gente de forma infantil… Enfim, o amadurecimento acontece em todas as áreas da vida. Hoje sei que eu realmente deveria ter passado por aquele “choque de realidade”. Ele me deixou na fossa, mas me reergui diferente. Percebi que meu trabalho aqui seria desafiador, exigiria mais do que imaginava, mas que seria recompensador. Meus princípios continuam intactos, mas minha abordagem e minha perspectiva mudaram. Recebo diariamente perguntas sobre o uso de esmaltes coloridos, mas fugia do assunto por conta do “trauma” de iniciante (hehe). Preferia responder essa questão ao vivo, nas minhas palestras, e evitar o burburinho da internet. Porém, resolvi parar com esse mimimi e relembrar um pouco do tão polêmico assunto. Afinal, o antigo post revolucionou os pensamentos de muitas seguidoras. Meu objetivo não é te convencer de nada. Esta função não é minha. Só quero promover a reflexão. Quem sabe isto seja tudo que você precisa.

Medite neste diálogo para que a gente siga com o assunto:
— Você é cristã?
— Sim!
— Então você não pode usar roupas curtas, joias e esmaltes coloridos, ?
— Posso sim. Mas não preciso.

Se você me perguntar se é PECADO pintar as unhas, minha resposta é NÃO. Mas se você me perguntar se esse costume faz bem para seu bem-estar, sua autoestima e sua comunhão com Deus, minha resposta também é NÃO.

tudo_permitido_convem

Faz parte da essência feminina se importar com a beleza nos pequenos detalhes. Ficamos arrasadas quando não recebemos nenhum elogio ou olhar de admiração. Por exemplo, depois de planejar durante dias uma refeição especial, passando horas na cozinha preparando tudinho, a mulher espera surpreender seus convidados. Que decepção quando o pessoal ataca a comida e nem diz nada sobre ela. Se isto já aconteceu com você, sabe bem como é frustrante. É triste ter a impressão de que ninguém reparou no seu empenho. Quando Deus nos criou, também esperava que admirássemos sua obra e percebêssemos junto com Ele que “tudo era bom”. Ele foi tão detalhista, tão perfeccionista, tão artista! Tudo em nós foi modelado com muito amor, e ainda tivemos a honra de ser criadas à sua imagem e semelhança pelas suas próprias mãos. Nem só imagem nem só semelhança, mas os dois. Isso me faz lembrar de uma adorável música que diz que fomos criados apenas um pouco menores do que Deus. Que honra!

Mesmo que o pecado tenha deteriorado muita coisa em nosso corpo, ainda temos a imagem do Criador em nós. Podemos dar uma disfarçada nos defeitos que este mundo degradado nos trouxe, mas não agrada a Deus que mudemos a aparência humana escolhida por Ele, afinal é a própria imagem dEle. Mostrar insatisfação com a obra de Deus é incomparavelmente pior do que expressar a uma mulher, que passou um tempão se arrumando, as seguintes opiniões: “Seu sapato não tem nada a ver com sua roupa” ou “esse vestido deixou você gorda”. Como seres humanos, falhamos na cozinha e também podemos errar feio na hora de escolher uma roupa ou arrumar o cabelo, mas estamos falando de Deus, um ser perfeito, que nunca erra. Ele é o melhor exemplo de bom gosto. É o artista dos artistas. Como não considerar suficiente a forma como Ele nos criou? Muitas vezes agimos como se falássemos a Ele assim: “Ei, o Senhor poderia ter feito diferente. Ficaria melhor se colocasse isso e mais isso no seu projeto”. E mesmo aderindo a elementos mais naturais na minha aparência, ainda vejo que preciso ter mais satisfação pessoal, amar mais minha imagem de origem. Você também sente isso?

Navegando na internet e lendo revistas femininas, notei que uma expressão muito usada para descrever nossas mãos é: armas de sedução. Dizem ainda que você pode aumentar seu poder com a cor que pinta as unhas. Fala que o vermelho a torna um mulherão, o violeta a faz demonstrar autoconfiança, o laranja a faz transmitir alegria… e assim vai. Mas saiba que, enquanto o mundo vê nossas mãos como armas de sedução, Deus as vê como armas de salvação. Qual tem sido a missão de nossas mãos: diferenciar o visual ou fazer a diferença no mundo?

esmalte_colorido_imagem

Entre pesquisas sobre como se apresentar numa entrevista de emprego encontrei essas dicas: “As unhas devem estar lixadas e limpas. Evite cores chamativas, vibrantes e reluzentes. Elas podem passar uma impressão errada. Esmaltes de pigmentação clara não são chamativos, porém não deixam nada a desejar no brilho e no charme. Seja discreta e sofisticada.” Esses conselhos são dados por profissionais da imagem pessoal, e não por um pastor ou escritor cristão.

Enquanto voava de Vitória para São Paulo, conversei com a assessora de imprensa de uma empresa famosa. Ela me declarou que só usava esmaltes e maquiagens em tons naturais. “Como comunicadora, sei que algumas cores podem passar uma impressão negativa sobre mim”, disse.

Já ouvi muita gente dizer que usa esmaltes de cores escuras porque eles fortalecem as unhas. Fiquei curiosa sobre o assunto e fui pesquisar a respeito. Como jornalista, eu me interesso muito pela opinião de profissionais, gente que realmente entende da “coisa”. No site de uma marca famosa de esmaltes, a Risqué, encontrei uma resposta: “Esmaltes de cor escura não fortalecem as unhas. O esmalte escuro lascado é mais visível, portanto as mulheres tendem a ser mais cuidadosas (efeito psicológico). As formulações de todos os segmentos de esmalte são iguais, e a pigmentação não influencia na resistência das unhas.”

“Ah, mas todo mundo usa” = modismo

Este pensamento não pode servir de justificativa para o cristão aderir certas modas. A Bíblia mesma diz: “Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12:2). Já vimos que não há nada de errado em aderir algumas modas, mas não caia no modismo! Modismo vai levar você ao idiotismo. No dicionário, um dos sinônimos mais comuns para “modismo” é “idiotismo”, que significa: incapacidade de se autogovernar e falta de inteligência.

Certa vez, Márcio, um corintiano, combinou de assistir com seus amigos a um jogo decisivo contra o Palmeiras. A galera já estava reunida no quintal aguardando o início da partida. Todos estavam empolgadíssimos, até que Márcio chegou e os deixou assustados. Ele estava vestido de verde e branco. O pessoal ficou chocado. Aquele era um momento importante para eles, no qual deveriam deixar bem claro a todo mundo de que lado estavam, pra quem torciam. Do jeito que Márcio estava vestido, ninguém diria que ele era um corintiano, e sim um palmeirense. Vendo a indignação dos amigos, ele disse:
–  Calma, gente. Essas cores não mudam o que sinto pelo nosso time!
–  Márcio, um verdadeiro fã jamais aceitaria se parecer com o time adversário.

Márcio achava que as cores não tinham nada a ver com seus sentimentos e sua posição, mas a resposta de seus amigos o fez perceber que talvez não estivesse agindo como um torcedor de coração, um torcedor por inteiro. Escrevi esta ilustração pra vocês entenderem a importância dos detalhes quando fazemos parte de um grupo especial. Como cristãs, queremos mostrar que somos do time de Jesus, mas somos tentadas a nos parecer com o time adversário. E muitas vezes acreditamos que isso não muda nossa relação com o Pai nem nosso exemplo para o mundo.

O benefício da naturalidade para a autoconfiança

Analise diariamente se vocês está cumprindo os 4 pedidos/conselhos bíblicos quanto à aparência: pureza, simplicidade, decência e naturalidade. Naturalidade significa a qualidade do que é natural. Indica o estado de simplicidade e singeleza. Consideramos um visual natural, por exemplo, aquele que preserva a paleta de cores do ser humano. Por isso existe a diferença entre os cabelos tingidos de castanho, loiro ou preto e os tingidos de cereja, azul ou roxo, por exemplo. Por isso existe diferença entre o visual com esmalte nude (cor nua, cor da sua pele) e o visual com esmaltes vermelhos e pretos, por exemplo. Um mantém a qualidade humana, o outro muda a imagem-padrão humana.

Todas nós temos um ponto fraco, e o meu nunca foi esmalte colorido, mas sim maquiagem (nada natural, do tipo pintura mesmo). Pra mim, a maquiagem não parecia fazer diferença nenhuma no meu relacionamento com Deus, já que estava, aparentemente, vencendo grandes “pecados indiscutíveis”. Sempre fui participativa na igreja e fazia meu culto pessoal diariamente, então não me parecia estar com a comunhão abalada. Aí tive a ideia de criar este blog. Sempre soube que para falar de assuntos cristãos é preciso buscar entendimento para não falar besteira e “achismos”. Afinal, não posso mudar a vontade de Deus com minhas suposições e opiniões. Passei a ter um relacionamento mais real e profundo com Deus. O projeto do “seminário de enriquecimento espiritual – 40 madrugadas com Deus” foi o ponto de mudança nas minhas ideias. Melhor experiência!

contemplacao_transformacao

Quando menos percebi, esse verso de Ellen White, que também está em II Coríntios 3:18, passou a fazer sentido na minha vida.  Não importava qual era o tema do meu estudo, Deus mudava de forma geral meus conceitos. E inesperadamente mudei! Foi a experiência mais natural que já tive. E acredite, não sinto nenhum pouco de saudade daqueles makes exagerados que usava. Minha autoconfiança melhorou absurdamente. Minha autoestima aumentou como nunca imaginei. Percebi que essa mudança me otimizou como mulher, como ser humano e como cristã.

desapego

Nesse projeto como blogueira, palestrante e escritora (veja os livros AQUI), uma coisa aprendi: nunca devemos julgar com ar de condenação a aparência de ninguém. Acredito que a maioria das pessoas não adota modinhas com a intenção de prejudicar seu relacionamento com Deus e passar uma impressão errada sobre si. Muitas vezes as atitudes são inocentes e ingênuas. Não conhecemos as intenções. Neste sentido, devemos olhar mais para nós mesmas e menos para os outros. Quando olho para mim, noto que ainda sou CHEIA de erros, de defeitos, de manias feias, de ideias distorcidas… mas quero crescer junto com vocês. Se você, assim como eu, está descobrindo novas vontades de Deus para sua vida, aceite que Ele a transforme.

Espero que tenha aproveitado a reflexão.
É sempre bom aprender com vocês.

por Emanuelle Sales

132 Comentários

  1. Danielle

    Emanuelle, recentemente aprendi que a influência é um dom.
    Acredito que você tem esse dom.
    De coração, desejo que o Senhor continue derramando luz em sua caminhada cristã para que possa influenciar de forma positiva com este blog.
    Parabéns pela postagem!
    Grande abraço!

    20 de julho de 2016 @ 18:17
    • Emanuelle Sales

      Quanto carinho num comentário, Danielle! Qua todas nós sejamos uma influência positiva no mundo, em casa, na igreja =)

      22 de julho de 2016 @ 10:26
  2. Maria de fatima

    Adorei o post apesar d estar longe…n momento sempre preservei alguns valores e nao entendia s eu estava ultrapassada ou s realmente as coisas mudaram pq as x q visitei a igreja vejo o povo muito parecido com o mundo…e me entristeço muito mesmo estando nesse “mundo” n momento…Parabéns pelo trabalho e dedicação cada vez admiro mais vc…abraço manu….fafá….desculpe a ousadia mas parece q j conheço vc d muito tempo…rsrs…Deus abençoe vc

    20 de julho de 2016 @ 18:19
    • Emanuelle Sales

      Amigas íntimas já! O blog nos proporciona isso.

      22 de julho de 2016 @ 10:36
  3. Jeanne

    Parabéns, Emanuelle! Gosto muito de esmaltes coloridos, e sempre achei que não ter problemas usá-los, principalmente porque evito usá-los na igreja. Seus argumentos, diretos e objetivos, me trouxeram um novo ponto de vista, acredito que mais sensato. Acho que tudo parte do princípio “estar no mundo e não ser do mundo”, no caso, não se parecer com ele.

    20 de julho de 2016 @ 18:45
    • Emanuelle Sales

      Jeanne, que lindo depoimento, me deixou feliz. Quando tiramos tempo para refletir, as coisas passam a fazer sentido. Deus nos molda naturalmente!

      22 de julho de 2016 @ 10:24
  4. Sidy Aguiar

    maravilhoso esse texto !!!!

    20 de julho de 2016 @ 19:14
  5. Sidy Aguiar

    maravilhoso esse texto , agora que venha os mimimi… duvido!!!!

    20 de julho de 2016 @ 19:15
  6. Camila

    Oi, Manu. Parabéns pelo texto. Tenho 2 dúvidas: 1 – Quando você escreve “[…] Por exemplo, depois de planejar durante dias uma refeição especial, passando horas na cozinha preparando tudinho, a mulher espera surpreender seus convidados.[…]”, por que você cita “a mulher” e não “a pessoa”? Os homens também cozinham, certo? 2 – Quando você escreve “[…] não agrada a Deus que mudemos a aparência humana escolhida por Ele, afinal é a própria imagem dEle […]”, uma pessoa que tem cabelos crespos e alisa está desagradando a Deus? O que você acha do vídeo que a Fabiana Bertotti fez com a Rayza Nicácio falando sobre esse assunto? Beijos e que Deus te abençoe!

    20 de julho de 2016 @ 19:23
    • Emanuelle Sales

      Oi, querida, quando falo da “mulher” e não da “pessoa” é só pelo blog ter o público feminino como alvo. Se eu estivesse dando uma palestra para homens e mulheres, daria um exemplo universal =) Mas obrigada pelo toque, vou buscar ser mais universal aqui tem. Não assisti esse vídeo que vc falou. Vou pesquisar pra ver! E sobre mudar a imagem escolhida por Deus, abordei o fato de fugir da naturalidade humana, adicionando coisas que não existem em nenhuma pessoa criada por Deus. A visão geral que a Igreja Adventista tem sobre isso é de não fugir da imagem humana, mas não considera um erro o alisamento do cabelo ou uma pintura dos fios com cores naturais e discretas. Mas a Igreja também nos motiva a buscar a satisfação pessoal, e tenho pensado muito nisso na minha vida tbm. Creio que seja muito válido buscarmos cada dia mais o amor-próprio e a satisfação em sermos quem somos.

      22 de julho de 2016 @ 10:35
      • Marcos Paulo

        Quando busco informações sobre algum assunto do qual sou convidado a palestrar, gosta de ver, antes, os dois lados e nada melhor que ler o que uma mulher pensa sobre esse assunto.
        Você está de parabéns pelo texto, mesmo eu não concordando com tudo, e é claro que isso não quer dizer que eu é que esteja certo, fiquei feliz em ver que temos em nosso meio mulheres que defendam o correto mesmo que não agrade a todos.
        Deus continue te abençoando e te usando!

        29 de julho de 2016 @ 21:03
        • Emanuelle Sales

          Obrigada pelo apoio, amigo!

          1 de agosto de 2016 @ 16:14
  7. lucivanda Antunes

    Parabéns!!! Gostei muito da reflexão. Na realidade o ponto primordial em nossa vida é comunhão com Deus , pois assim , Ele nos mostrará o que devemos fazer , ler , comer, vestir …

    20 de julho de 2016 @ 19:45
    • Emanuelle Sales

      Entendeu o ponto-chave da questão!

      22 de julho de 2016 @ 10:26
  8. Adriana

    Ótimo texto! Parabéns.

    20 de julho de 2016 @ 19:48
  9. Marina Vitoriano

    Muito bom e inspirador

    20 de julho de 2016 @ 20:18
  10. Bruna

    Olha, me desculpa mas o dia que eu pintar as unhas de vermelho e usar um brinco e isso afetar meu relacionamento com Deus eu começarei a questionar que tipo de Deus é esse hein kkkkkkk. Triste saber que tem cristãos que acham que pintar a unha te afasta de Deus ou te torna menos cristão. É patético de tão absurdo. Não tem o menor problema vc não gostar por preferência pessoal ou pelas convicções, mas justificar isso com argumentos que li aqui…… O evangelho que vcs vivem é do tamanho de uma caixa 2×2.. enfim, cada um com sua visão de Reino, só me assusta saber que tem uma galera que pensa assim.. LOL

    20 de julho de 2016 @ 21:43
    • Emanuelle Sales

      Querida, obrigada pelo comentário! Quando Deus atenta para nossa imagem (sim, na Bíblia Ele trata esse assunto, não é invenção de ninguém), é pensando no NOSSO bem-estar, na NOSSA autoconfiança… é pensando na gente e na forma como somos vistos =) Beijos

      22 de julho de 2016 @ 10:17
  11. Jessica

    Glória a Deus por essa reflexão.
    Amei.

    20 de julho de 2016 @ 22:58
  12. Romélia

    Obrigada pela reflexão com certeza ajudou muitas, assim como eu. Gostei muito. Forte abraço

    21 de julho de 2016 @ 4:58
    • Emanuelle Sales

      Ebaaaa, fico feliz que tenha ajudado!

      22 de julho de 2016 @ 10:21
  13. João Batista

    Que maturidade ao escrever esse artigo. Parabéns!

    21 de julho de 2016 @ 7:27
    • Emanuelle Sales

      Obrigada, amigo!

      22 de julho de 2016 @ 10:20
  14. Selma

    Amei essa reflexão. Emanuelle Sales, você está de parabéns. Acredito que quando aceitamos seguir a Cristo, aceitamos viver como Ele viveu, simples, humilde, generoso, que se preocupava com coisas mais importantes do que: – O que será que vão achar da minha aparência?
    Não estou querendo dizer que tenhamos que nos vestir mal ou deixarmos de cuidar de nossa aparência, não é isso. Mas quando decidimos seguir a Cristo, automaticamente decidimos andar na contramão do mundo. Como seremos identificados como seguidores de Cristo, se estamos andando como um mundo repleto de coisas que não refletem em nada nosso Criador?
    Enfim, se somos de Cristo, precisamos refletir sua imagem em nós e a imagem de Cristo, quando aqui na terra, era de simplicidade e simpatia. Que adianta me produzir toda e ser a antipatia e sem educação em pessoa? Nada. O que realmente conta é nossa aceitação sincera e verdadeira ao lado do nosso Criador. E isso reflete em nosso comportamento. Maneira de pensar, agir, falar, comer, beber, vestir e se produzir (maquiagem, pintura das unhas e cor de cabelos)
    Que Deus possa nos dar sabedoria, para proclamarmos a quem realmente seguimos.
    Um forte abraço!

    21 de julho de 2016 @ 8:22
    • Emanuelle Sales

      Falou tudo, querida! Nossa imagem é apenas um reflexo natural da transformação interna (lá do coração)

      22 de julho de 2016 @ 10:20
    • Emanuelle Sales

      E sobre a hipocrisia na imagem, isso é muito comum. Tem gente que parece santinha por fora, mas por dentro tá pode. Mas lembre-se: A hipocrisia é muito fácil de ser praticada. Mas ser pura por dentro e mostrar uma imagem contrária é IMPOSSÍVEL.

      22 de julho de 2016 @ 10:37
  15. Izelda Doneda

    Excelente abordagem deste assunto, concordo em número, gênero e grau! Orientações divinas sempre são para o nosso melhor! Deus é muito sábio para errar…

    21 de julho de 2016 @ 11:12
  16. Adriana Gomes

    Ótimo post serviu muito para minha reflexão espiritual, se todas as pessoas não somente mulheres lê isso certamente mudaria o jeito de ser.

    21 de julho de 2016 @ 11:48
    • Emanuelle Sales

      Que maravilha, Adriana! Que Deus te abençoe =)

      22 de julho de 2016 @ 10:19
  17. Jacilene Moraes

    Olá Emanuelle, bom dia.
    Amei as dicas e a reflexão com certeza será proveitosa. Deus a abençoe.

    21 de julho de 2016 @ 11:53
  18. ANA PAULA

    Eu quero agradecer por me ajudar nessa dúvida.
    Vou compartilhar com certeza.

    21 de julho de 2016 @ 12:26
    • Emanuelle Sales

      Fico extremamente feliz por ajudar!

      22 de julho de 2016 @ 10:18
  19. Diane conceição

    Amei o artigo.

    21 de julho de 2016 @ 12:44
  20. KARY FERNANDES

    Que artigo inspirador!!!
    Me mostra o quanto preciso crescer como cristã para fazer a vontade dEle, não a minha ou da comunidade onde vivo.
    Muito obrigada por “dar a cara a tapa” – desculpe a expressão – para nos ensinar de maneira humilde e amorosa, assim como Jesus fez e faz.
    Que Ele te use mais e mais, querida!

    22 de julho de 2016 @ 11:35
  21. Bru

    Fiquei em dúvida sobre a cirurgia plástica….ela também se encaixa nessa história, não?!

    22 de julho de 2016 @ 12:02
  22. Gerusa

    Gostei do que li….mas de fato é uma escolha pessoal…tudo com moderação e equilíbrio.Deus contempla nosso interior mais que qualquer outra coisa.Muitos cristãos são simples em seu trajar e etc…mas não controlam o que falam a seu irmão,e nem suas atitudes deseducadas… então não vivem de fato o cristianismo…e aí?incorrerem no mesmo bloqueio falado no texto.Suas adoração é vã…portanto a aparência limpa de adereços e mesmo uma unha sem esmalte também não fala de nossa comunhão com Deus.portanto o pessoal e intranferível não nos compete julgar…

    22 de julho de 2016 @ 12:26
    • Emanuelle Sales

      A hipocrisia está em todo lugar né, Gerusa? A hipocrisia é muito fácil de ser praticada. Muitos parecem santinhos por fora, mas têm atitudes podres. Mas é impossível ser puro por dentro e não transparecer pureza =)

      22 de julho de 2016 @ 18:43
  23. Dani

    Amei!
    Fiquei emocionada quando li que nossas mãos não foram criadas como armas de sedução mas como armas para a salvação! Lembra daquele hino “Essas mãos que Deus me deu foram feitas pra servir o vizinho ao lado meu que não sabe mais sorrir…”
    Eu parei de usar esmaltes (mesmo os incolores) e não faz falta! Quando eu vejo minhas mãos hoje, eu acho que estão mais delicadas e mais bonitas do que antes! Como você disse: Deus é o artista que nos criou em detalhes, e o nosso estado “natural” é com certeza o mais
    Bonito! Não precisamos de cosméticos coloridos!
    Que Deus abençoe a todas as irmãs queridas, colocando em nosso coração a pureza, delicadeza é feminilidade natural que Ele projetou para nós!
    Ps.: se os homens são bonitos ao natural, por quê que nós não somos? NÉ?!

    22 de julho de 2016 @ 13:13
    • Emanuelle Sales

      Amo essa música, Dani!

      22 de julho de 2016 @ 18:41
  24. Ellen Moura Moreira

    Ameeeei seu artigo! Com certeza me fez refletir mais sobre o q estou passando como uma cristã para os outros, não só com os esmaltes mas também com tudo que eu uso, afinal devemos representar Deus aqui na terra e acredito que não há evangelismo melhor do que esse.
    Obs.: a unica coisa que me incomodou foi a propaganda da Risqué kkk, mas isso é besteira minha (estou aprendendo a lidar com isso kkkk) e você pôs com um propósito, logo não posso falar nada (isso foi só um desabafo mesmo rsrsrs).
    Que O Eterno continue te abençoando e te dando sabedoria para falar para nós 😉
    Um forte abraço e um beijo!

    22 de julho de 2016 @ 14:40
    • Emanuelle Sales

      Tão lindo ver seguidoras com o coração aberto para novos aprendizados!

      22 de julho de 2016 @ 18:41
  25. Diane

    O melhor texto a esse respeito que já li. Que nossas mãos sejam realmente para nos ajudar a levar pessoas a Cristo.

    22 de julho de 2016 @ 14:49
    • Emanuelle Sales

      Fico feliz de ter gostado. Não deixe de compartilhar. Feliz sábado

      22 de julho de 2016 @ 18:40
  26. Juliana Babilone

    Bonita reflexão!! Deus fala com cada um de uma forma diferente, e até com a mesma pessoa de formas diferentes a partir de um mesmo texto. O alvo aqui não é eu poder ou não usar isso ou aquilo, até porque a bíblia já me diz que tudo me é lícito. O alvo é deixar Deus falar com a gente pra ele nos mostrar o que nos convém, como agir, como falar, como nos portar. Isso é individualidade e intimidade de cada um com Deus.
    E cá entre nós, é elegantérrimo uma pessoa bem vestida sem exageros e destacando a beleza natural.
    Amei o seu texto.

    22 de julho de 2016 @ 15:24
    • Emanuelle Sales

      Vc entendeu o X da questão, querida!

      22 de julho de 2016 @ 18:40
  27. Thayná

    Eu sempre usei esmaltes, e se não é seu ponto fraco, o meu é.
    Seu texto me fez refletir, Manu, e pensar duas vezes antes de guardar minha auto estima em bases inseguras.
    Você é usada por Deus e me influenciou também a realizar o seminário das 40 madrugadas (que tenho em casa mas não conseguir terminar)
    Muito obrigada, que Deus abençoe seu ministério <3

    22 de julho de 2016 @ 16:31
    • Emanuelle Sales

      Querida, que comentário mais lindo e sincero. Percebi que seu coração está aberto para novos aprendizados, e isso é tudo que Deus quer. Ele não precisa dos perfeitos, Ele precisa dos dispostos =)

      22 de julho de 2016 @ 18:40
  28. Laura

    Emanuelle, gostei da maneira sincera e educativa, além de reflexiva, que escreveu. Gostaria também de colocar minha reflexão (para pensarmos).
    Posso causar uma boa impressão com esmaltes coloridos também?
    Essa questão me veio à mente, porque penso exatamente na beleza e na criatividade de Deus ao criar as cores e como elas têm o poder de auxiliar-nos na expressão (com roupas, comidas, enfeites, pinturas na casa). Pense por exemplo na beleza de um prato de comida colorido. Entendo que nossa beleza deve ser de dentro para fora e de nada adianta ter unhas coloridas com a cor verde por exemplo (que parece representar paz, tranquilidade e estudos de psicologia apontam que denotam as relações sociais e a empatia), se não sou uma pessoa amável com quem entro em contato. Porém, pintar as unhas (assim como utilizar roupas de cores extravagantes) é algo que envolve a cultura de um povo. Se você for a países africanos, vai ver que a maneira como se vestem é bem diferente e possui muito mais cor. Será mesmo, então que pintar as unhas com uma cor que não é natural ao ser humano nos afasta de Deus ou também pode ser compreendido como uma forma de me expressar utilizando uma das ferramentas que Deus nos deu: as cores? Acredito que o problema em colocar verdades sobre esses assuntos é que acabamos por provocar uma manutenção no preconceito e consequente discriminação com aquelas e aqueles que se distinguem um pouco de nós, com frequência pela aparência. Uma coisa é certa: Deus ama a todos e quer salvar a todos. “Mas o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque eu o rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem olha para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração.” I Samuel 16:7. “Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua vida?” Marcos 8:36.

    . .

    22 de julho de 2016 @ 16:44
  29. Maria Antonia

    Estou encantada com esse site. A partir de hoje estarei sempre visitando-o.
    Não sei se possível solicitar alguma pesquisa, mas vou pedir. Gostaria que publicassem algo sobre vestimenta apropriada para homens e mulheres de Deus dentro e fora da igreja.
    A minha preocupação é que a maior parte dos irmãos não se veste de acordo com a orientação bíblica, dizem que “O que importa é o coração.” Nós sabemos que não é assim, a aparência fala do que nós somos em essência.

    22 de julho de 2016 @ 17:01
  30. Marluce

    Olá Manu, adorei o texto e sou fã de vermelho nas unhas, mas prefiro que minhas mãos sejam para agradar a Deus e não o mundo a partir de agora.
    Adoro seus snaps, me divirto com você, seu marido e sua filhota!!

    Bjos

    22 de julho de 2016 @ 20:17
    • Emanuelle Sales

      Que coisa linda sua decisão, Marluce! Garanto que vc não vai se sentir menos bonita por isso. Prepare-se para a melhora na sua autoconfiança =D

      22 de julho de 2016 @ 20:31
  31. Fernanda

    Olá Emanuele, gostaria que escrevesse sobre escova progressiva, ela também muda bastante a imagem que o criador deu para sua criatura. Obrigada

    22 de julho de 2016 @ 20:46
  32. Letícia Sales

    Ótimo texto! Quando me tornei adventista levei um tempo pra entender esse assunto de esmaltes coloridos, ou até mesmo pra aceitar! Mas com o tempo o espiríto santo tratou de me tocar e me fazer ementender e aceitar.Hoje os tons nudes são os melhores e mais elegantes que acho. Bela e sútil, assim deve ser uma serva de Deus!
    Parabéns pelo post e pelo blog Manu!

    22 de julho de 2016 @ 23:04
  33. adri

    Oi…nasci adventista ouvindo tudo isso que você escreveu. Concordo q deveríamos gostar cada vez mais de nossas características naturais.Acontece que nós mulheres percebemos muito bem que a beleza natural, fica mais realçada quando pintamos alguma parte do nosso corpo. Claro sem exageros. Mas acho uma besteira falarem mau das cores de esmalte, sendo que as adventistas colocam brilho para ir na igreja…alem do nude ser bem fake, pintam de rosa ou branco pois é uma cor clara e tem outras que pintam de outras cores no meio da semana. Nestes mais de 30 anos indo a igreja, sempre tem aquelas que se enfeitam tanto que parecem umas super star..percebo que as discretas são só as senhoras e eu…pois eu gosto de ser discreta por ser timida e ter roupas velhas…Se Deus que pede para andar ao natural, então porque usam salto alto? pense bem entre unhas pintadas ou o salto alto, qual chama mais atenção e dá aquela impressao de superioridade ou vaidade??? Se pintar alguma parte do corpo desagrada a arte final de Deus, entao qualquer outra coisa que modifique o natural do nosso corpo como malhar na academia e cirurgias plasticas, pintar os cabelos brancos por mais que elas possam contribuir para a auto estima, deveriam ser evitadas.
    E pegam, muito no pé das mulheres porque os homens, claro que não irão usar estas coisas femininas…mas eu sei que o pregador sempre é obrigado a usar a gravata! Sim, aquele enfeite feio que fica no pescoço para complementar o look e aparentar ser um cara importante. Assim como a maioria se sente obrigado a usar roupas sociais na igreja, tem muitos que se vestem como se estivesse indo à um casamento. Sabia que tem pessoas, que deixam de ir na igreja pois nao gostam de usar roupas sociais ou se sentem inferiores em meio a este estilo clássico?! Pra mim qualquer roupa do nosso cotidiano escondendo as partes sensuais bastava…mas não…cansei de ouvir la dentro da igreja que mulher sem salto perde a majestade e tem que mostrar pro mundo que somos diferentes! Acho que se vestir como uma pessoa rica sendo na realidade pobre é fazer propaganda enganosa. E pra ser diferente do mundo teria que usar roupas sei la, de outro planeta! Aí volte e meia tem pregação na igreja sobre unhas e em sites como o seu explicando as mesmas coisas de sempre! Sendo que isso é só um detalhe comparado as muitas outras coisas que pecam diariamente tanto na aparencia como no modo de agir com as outras pessoas. Ate onde eu saiba igreja não salva ninguém…Deus conhece o coração de cada um e sabe que estamos o tempo todo sendo tentados a desagradar Ele. Eu pintando ou não minhas unhas, o meu caráter vai continuar sendo o mesmo e vou ser tentada a ser vaidosa em qualquer outra coisa… É uma sacanagem saber que deixamos de fazer varias coisas, de ser livre pra fazer o que mais deseja por causa do medo de perder o céu ou desagradar a Deus. Quantas pessoas desempregadas, eu mesmo ja fiquei anos desempregada por nao encontrar emprego que de a folga no sábado e por mais que oremos Deus parece que quer que adivinhemos o que Ele tem a dizer….tenho muitas vezes que trabalhar em algo que eu odeio para poder agradar a Deus. Agente se conforma com muitas coisas acreditando que é a vontade dEle. E um detalhe na unha vai desagradar? Queria muito ainda conhecer a verdadeira verdade, antes que seja tarde demais! E desejo o mesmo à todos!

    22 de julho de 2016 @ 23:28
    • Gisele Rodrigues

      Parabéns Adri, você falou tudo o que estava entalado na minha garganta! A gente é controlada por meio dessas coisas! Passei por muitos problemas que você citou, ser pobre quando mais adolescente, e não ter roupas para ir na igreja, porque só tinha calças, e não trabalhava ainda. Sofri muito! Não tinha saltos, roupas que combinassem, isso classifico como algo terrível porque nos é imposto! Assim como o caso do esmalte que não tem base bíblica! Ou tem algum adventista que pode me dar três versos bíblicos comprovando o não uso de esmaltes? (três versos porque é assim que falamos nos estudos para provar algo).A noiva de Deus é adornada! Contradição?

      25 de julho de 2016 @ 1:44
    • Gisele Rodrigues

      Parabéns Adri, você falou tudo o que estava entalado na minha garganta! A gente é controlada por meio dessas coisas! Passei por muitos problemas que você citou, ser pobre quando mais adolescente, e não ter roupas para ir na igreja, porque só tinha calças, e não trabalhava ainda. Sofri muito! Não tinha saltos, roupas que combinassem, isso classifico como algo terrível porque nos é imposto! Assim como o caso do esmalte que não tem base bíblica! Ou tem algum adventista que pode me dar três versos bíblicos comprovando o não uso de esmaltes? (três versos porque é assim que falamos nos estudos para provar algo).A noiva de Deus é adornada! Contradição??

      25 de julho de 2016 @ 1:45
      • adri

        obrigada Gisele..suas perguntas sao as minhas tambem…mas parece que a Emanuelle nao sabe responder…eu até reli o texto dela hoje e acho que refleti novamente. Mesmo que eu ainda nao tenha visto escrito sobre esmaltes em lugar nenhum na Biblia, concordo que cores chamativas, diferentes das naturais, acabam que mudando a arte final que Deus nos deu, conforme foi escrito no texto. E eu nunca tinha parado para pensar nisso..ate porque desde q eu entrei na igreja, lembro que nas sextas feira antes do por do sol, todas as meninas dos internatos em que morei, pintavam as unhas com cores claras. E ficava me perguntando porque pode passar cores claras quase transaparentes e nao as outras cores sendo que é uma mesma atitude? até que um dia eu resolvi pintar minhas unhas de azul jeans, e no meio de uma galera dentro da igreja, uma preceptora, fez um escândalo e pediu para mim me retirar la de dentro e aparecer só depois de ter retirado os esmaltes, e todos olharam para mim com cara de deboche. E por nunca ter explicado porque de tanta grosseria…depois disso eu comecei a colecionar vidrinhos de esmaltes, pois la dentro nao podia usar, e aqui fora que posso, ja nem tenho vontade, pois dá muito mais trabalho para fazer e limpar… No dia que eu respondi pela primeira vez aqui nesta pagina, acho que eu estava de TPM, pois o assunto esmaltes me fez relembrar disso e de tudo aquilo que acho ser bem pior do que esmaltes dentro da igreja. Era uma sexta feira na qual eu estava tentando arrumar uma roupa para ir no sabado. E aí fiquei a lembrar de como as jovens se vestem la dentro e como agem la fora.. tentando ver qual roupa que eu nao tenha usado nos ultimos sabados, do salto que nem estava afim de usar, mas como todas usam…ninguem quer se sentir como um peixe fora da agua. E hoje pensando bem, sei que todo mundo erra em algum detalhe, o melhor será nao olhar para o que os outros fazem, e sim por aquilo que voce acha certo ou errado. Se tem outras coisas piores do que usar esmaltes, nao quer dizer que usar esmaltes seja correto. como deve ter percebido, acho que comigo é 8 ou 80, pintar as unhas de cor natural, entao eu pintaria de tudo que é cor, se for para preservar a cor natural das unhas, melhor usar base transparente e nada de esmaltes claros como a igreja aconselha. Agora as joias, acessorios gravata e salto sao coisas que eu nao sei como compreender…

        8 de dezembro de 2016 @ 15:31
        • Emanuelle Sales

          Adri, veja só quantos comentários tem neste post. De forma alguma eu conseguiria responder todos. Tento usar boa parte do meu tempo para me dedicar aqui, mas não consigo responder um por um, infelizmente. Geralmente percebo a dúvida geral e faço um post para responder o maior número de pessoas de uma vez. Assim como no caso dos adornos e joias. Fui vendo as maiores dúvidas e produzi uns 5 posts para falar sobre eles. Na Bíblia Deus adorna a noiva sim. Esta noiva representava o povo de Israel, que mesmo sendo amado ainda assim traiu a Deus. Ele usa um costume cultural para fazer uma analogia fácil do povo entender. O noivo, naquela cultura, sempre adornava sua esposa como forma de cuidado, e Deus usou a comparação para que compreendessem melhor isso. Foi uma ilustração, e não uma aprovação =) Fica mais fácil compreender isso lendo Êxodo 33:5-6. Nesse contexto, quando o povo foi ter um encontro com seu Criador, tirou seus ornamentos a pedido de Deus. Fizemos vários posts sobre adornos e joias (um deles é esse: http://bonitaadventista.com.br/a-biblia-e-o-uso-de-joias.html). Beijos e feliz sábado!

          9 de dezembro de 2016 @ 13:28
          • adri

            Obrigada por responder, desculpe alguma coisa que tenha escrito. E nao leve para o lado pessoal. Escrevi apenas coisas que incomodam, e com nenhuma intensao de julgar ou fazer outras pessoas pensarem igual.. obrigada por enviar o link, vou ler assim que tiver um tempo.

            7 de abril de 2017 @ 10:43
  34. Suelen Moreira

    Amei sua reflexão. Esmaltes coloridos tb nunca foram problema pra mim. Agora, maquiagem… rs. No entanto, seu texto serve pra qualquer área da nossa vida que necessite de temperança. No momento que colocarmos a vontade de Deus na frente da nossa e aprendermos a admirar a obra de Deus em sua totalidade, iremos falar, comer e se vestir de acordo com um verdadeiro cristão. Continue fazendo esse trabalho tão bonito. Passei a admirar muito mais você depois de te acompanhar no snap, me sinto super íntima sua agora rs. Um beijão!

    22 de julho de 2016 @ 23:53
  35. Cleane

    Muito bom o texto, me fez refleti! Se encaixou perfeitamente comigo na parte de ser simples e natural eu uso esmaltes de cor mais natural, tenho maquiagem a pouco tempo e uso na medida nada de exagerado, já traga isso de dentro de mim, não gosto de nada que chame atenção pra e passe uma imagem negativa pra quem me vê!

    23 de julho de 2016 @ 11:49
  36. Gisele Rodrigues

    Quero dizer que minha comunhão não tem nada a ver com o uso de esmaltes. Não que eu pintaria e minha unhas de vermelho, mas que isso não tem nada a ver com comunhão não tem mesmo, porque comunhão, como sempre é pregado, tem a ver com estudo da bíblia e oração. Agora eu me pergunto: se não posso pintar as unhas, consequentemente os cabelos também não, também não posso alisa-los pois seria modificar o que Deus fez. Tb em não posso usar gravatas pois são só decorativas (no caso de homens cristãos ). Enfim, que reine o desleixo.

    23 de julho de 2016 @ 14:44
  37. Gisele Rodrigues

    Assista o vídeo da Fabiana Bertotti sobre maquiagem.

    23 de julho de 2016 @ 14:46
    • Emanuelle Sales

      O vídeo é muito bom. E perceba que ela NUNCA usa esmaltes coloridos nem maquiagens chamativas. Creio que temos o mesmo princípio =)

      24 de julho de 2016 @ 1:02
      • Gisele

        Realmente a Fabiana não usa? Perdeu seus snaps então. Esmalte não pode mas alongar cílios a bonita adventista pode? Hum… curioso!

        29 de julho de 2016 @ 22:22
        • Rebeca Kethlen

          Gisele, venho aqui prestar meus parabéns…
          Fico extasiada ao ver tamanha insistência, domínio próprio, certeza e argumentação. Realmente você está certa, não é mesmo?
          Com toda razão, a Manu teve tremenda falta de discernimento e sabedoria ao escrever este post, concorda?
          Mas de forma humilde, queria com meus débeis pensamentos concluir algo com você, senhora.
          Sabe, você poderia (na sua imensa argumentação) me informar qual o maior problema dos adventistas do sétimo dia? Hum… O que será?…
          Talvez me arriscasse em expor minha ideia.
          O maior problema, segundo a escritora norte americana Ellen G. White, é a imperceptibilidade da linha divisória entre secularismo e a igreja de Cristo. (O que “carambolas” isso tem a ver com o assunto a seguir?)
          Hum… Já parou para pensar em como nossos amáveis irmãos(ãs) e amigos(as) cristãos(ãs) tem tido comportamento similar ao mundo protestante apostatado? Infelizmente isso dói. Dói no coração de Jesus. É realmente deplorável o fato de que não temos mais praticamente nenhuma diferença entre os ímpios. Temos as mesmas conversas, mesmas atitudes, mesmo VESTUÁRIO, mesma ORNAMENTAÇÃO… Ahhh, então quer dizer que a igreja de Jesus, que deveria ser sal e luz neste planeta caído, acabou se tornando piamente um mero sinônimo do mundo!
          Ahh, por favor! Não vamos nos ATREVER em desmerecer o sagrado Reino de Deus, Sra. Gisele!
          Ele é Puro, Santo! E não cabe a nós o direito ousado de dizer o quão injustiçados somos por não podermos usar unhas pintadas, adornos, roupas indecentes ou sabe-se lá o que mais querem nossos irmãos de igreja!
          Agora, com todo o respeito que tenho por ti, ficaria feliz em saber por que defende com unhas e dentes tamanha argumentação de que a pintura com esmaltes não influencia em nada , se você mesma não as usa? Por que será? Pouco contraditório não acha?
          Veja, minha querida, eu não te recrimino, nem tampouco estou te condenando, afinal ISTO NÃO É TAREFA MINHA, rsrs! Porém só te desejo que tenha mais cuidado ao reafirmar que um Deus como o nosso não se importa com as mínimas coisas… POR QUE ELE SE IMPORTA SIM! Caso contrário, nossa querida escritora Ellen G. White não alertaria sobre a ALTA NORMA! Hum…
          Sabe, minha Sra.Gisele, o céu não é para todos. O céu não é para aqueles que não se importam com os mínimos, afinal; não serão os “pecadões” que irão nos tirar do céu, mas os “pecadinhos”, aqueles que achamos toleráveis, ou até mesmo coisas que não nos “convém” (1 Coríntios 6:12). Sim, essa verdade é beeem chata de ser ouvida;
          É irritante, é! Mas independente de gostar ou não, a verdade continuará sendo verdade…
          Mas quero que saibam que esta resposta não é só para a Gisele, mas para muitas de nós que também pensamos de forma destacada acima. Mas independente da opinião de vocês (que inclusive deve SIM ser respeitada!), irei orar por vocês!
          E em resposta a afirmação lá em cima? Manu, você realmente não teve sabedoria… Você teve mais que isso! Você foi usada pelo Espirito de Deus para nos oferecer através dEle, argumentos tão preciosos e inspiradores! Manuzinha, que o Senhor Jesus Cristo te inspire todos os dias!
          E a propósito, olhe os frutos que você cultivou! Muitas mulheres foram tocadas por seu post! Se sinta privilegiada por isso, querida! Você é uma benção de Jesus! Tenho certeza de que terás muitas estrelinhas em sua coroa no céu! Muuuuuuitos beijos!

          Ufa! Desabafei.

          31 de julho de 2016 @ 11:59
          • Emanuelle Sales

            Haha Re, vi seu nome e fiquei bestificada com o começo do comentário. Pensei: “Caramba, ela não gostou mesmo do post”. Que bom que li até o fim. Vc é muito querida e sábia. Beijos

            1 de agosto de 2016 @ 16:16
          • Gisele

            Sra Rebeca com todo respeito também venho lhe informar que tudo que citou não faz parte das 28 doutrinas da IASD. Quanto ao usar ou não esmaltes coloridos por acaso me conhece? Acho que não. Então nos diga o que não sabe. Acho que se for pra ser cristã comece a colocar sua ironia de lado porque nem com você estava falando! Ao se intrometer aqui acaba por me convencer do fanatismo e intolerância que paira sobre alguns irmãos. Bom já estou acostumada, infelizmente os modernos fariseus fazem como os antigos, citam as escrituras para complementar seus atos de julgamento, mas graças a Deus entendi o recado de Jesus quando disse: Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim. Ou Ele disse ir só Pai sem esmalte?
            E quanto a Emanuele, não te julguei leia nova mente o que escrevi, só fiz uma comparação. Quem usa cílios postiços nos julgue quem usa esmaltes. Ah e quanto a nós assemelhados aos incrédulos ou as outras denominações, isso ja ocorre a partir do momento que se usa saia, calca, uma roupa social, etc. Pqo que a Sra White diz é sobre seguir modas que não condizem com a modéstia e simplicidade. Não ponta palavras na boca da profetiza do Senhor. Aqui encerro isso pq já passou do limite essa palhaçada de post e seus fajuto argumentos que não levam a nada. Vão postar sobre profecias das 70 semanas que tal? Ou das pragas apocalípticas ou sobre o regime alimentar saudável e vegetariano. Pq talvez não passem esmaltes mas são comedoras de carne eai? Cada qual cuide de sua vida e vão procurar coisas mais úteis a fazer. Fui!

            1 de agosto de 2016 @ 22:42
          • Emanuelle Sales

            Quanto ódio, querida… Tente tirar isso do seu coração. O amor e respeito são a base de tudo, a base de toda mudança. PS: sou vegetariana e protetora animal, nunca disse que vc me julgou. Beijos, e nosso carinho a vc. Ainda que tenhamos pensamentos diferentes, o amor a Deus nos une, e sonhamos com o mesmo Céu – onde podemos ser vizinhas, então devemos nos amar =)

            2 de agosto de 2016 @ 1:55
          • Gisele

            Emanuelle não tenho ódio de ninguém, só expus minha opinião e não fui aceita por pensar diferente de você ea Sra Rebeca. Partiu blog que me respeite!

            2 de agosto de 2016 @ 10:22
          • Emanuelle Sales

            Fui reler meu comentário para tentar achar minha falta de respeito, Gisele, e juro que não encontrei:

            Querida, tanto eu como a Fabiana usamos esmaltes. Até onde sei, nós duas optamos por cores naturais (que foi oq disse no post). Sobre os cílios, vou recordar a descrição deste vídeo que coloquei no blog: tive um problema de saúde. Uma alergia muito grande. De tanto me coçar perdi 50% dos meus fios. Recorri sim ao alongamento de cílios para me sentir naturalmente melhor (lembre-se que cílios são algo natural do ser humano). E por último quero apelar pra vc e todos os cristãos do mundo: não procurem as falhas humanas, procurem a perfeição de Deus. Você nem imagina quantos erros e pecados tenho. Não baseie suas escolhas no que eu ou outras pessoas fazemos. Vamos crescer olhando para Cristo (eu e vc estamos no mesmo nível, em fase de crescimento nEle)

            Talvez vc tenha se sentido desrespeitada por outros comentários, e isso não tenho poder de evitar.
            Bom, beijo…

            2 de agosto de 2016 @ 11:16
        • Emanuelle Sales

          Querida, tanto eu como a Fabiana usamos esmaltes. Até onde sei, nós duas optamos por cores naturais (que foi oq disse no post). Sobre os cílios, vou recordar a descrição deste vídeo que coloquei no blog: tive um problema de saúde. Uma alergia muito grande. De tanto me coçar perdi 50% dos meus fios. Recorri sim ao alongamento de cílios para me sentir naturalmente melhor (lembre-se que cílios são algo natural do ser humano). E por último quero apelar pra vc e todos os cristãos do mundo: não procurem as falhas humanas, procurem a perfeição de Deus. Você nem imagina quantos erros e pecados tenho. Não baseie suas escolhas no que eu ou outras pessoas fazemos. Vamos crescer olhando para Cristo (eu e vc estamos no mesmo nível, em fase de crescimento nEle)

          1 de agosto de 2016 @ 16:12
  38. Jaqueline Muniz

    Sou adventista, formada em Design de moda, consultora de imagem e youtuber. Concordo que para algumas ocasiões cores mais claras são o mais indicado, porém nunca deixei de pintar as minhas unhas da cor que eu quero, não acredito que isso influencia na minha maneira de ser, pois a final de contas, o esmalte eu posso tirar com acetona, mas a minha essência como pessoa permanece em mim! Nós cristãos, principalmente adventistas já temos uma mensagem dura, conhecidos com a galera do “não pode”, o problema é que por muitas vezes focamos em coisas desnecessárias e isso acaba afastando muitas pessoas de conhecer uma mensagem que deveria ser de amor. Ser cristão não precisa ser chato, nós deveríamos era mostrar ao mundo a nossa ação através das nossas atitudes. Sinceramente, acredito que esses argumentos sobre unhas, maquiagens, e até roupa são questões muito machistas que a nossa igreja trabalha, e olha que não sou feminista e falo isso baseada em fatos, pois a mulher é sempre oprimida enquanto os homens podem ostentar com seus carros, relógios e esportes caros e por falar em esporte, quantas vezes já presenciamos os irmãos da igreja brigando, partindo pra agressão nos jogos de futebol ou momentos que deveriam ser de recreação?! O que reflete mais a imagem de Deus, esse comportamento ou uma simples pintura de unha? Deus é o criador de todas as cores também, e se podemos pintar as unhas de branquinho, de nude, então por que não de rosa ou de vermelho? Afinal de contas, todas as cores contém a mesma formulação, é tudo esmalte! Mais uma vez eu falo: Esmalte não altera a adoração, posso tirá-lo com acetona, mas a minha essência é o que realmente importa pra mim e para Deus.

    23 de julho de 2016 @ 17:00
    • Emanuelle Sales

      Oi, Jaque! Esmalte não altera adoração messsssmo. Mas adoração altera TUDO (muitas vezes até o esmalte).

      24 de julho de 2016 @ 1:05
  39. Josy

    O que falta é oração, leitura da palavra de Deus, jejum e amor ao próximo. Amiga Deus está as portas em vez de ficar dando aulas de unhas , usar o poder que você tem nas mãos para anuciar a voltar de Jesus o seu amor e misericórdia. Deixa que o espírito santo converte. Meu Deus tanta coinos dar sabedoria e entendimento…

    23 de julho de 2016 @ 18:45
  40. Josy

    Quem usar esmalte vermelhos ou sei lá quais cores , não é mais ou menos pecador que você que usar maquiagens claras e remates cor de pele. Pelo amor de Deus polpe nos de tantas asneiras…

    24 de julho de 2016 @ 8:42
  41. Jessiane

    Manu, sempre acompanho as postagens, e gosto. Que Seus continue te usando para falar a verdade! Deus ama cores, é um fato, prova disso é a natureza! Mas ele colocou cor onde deveria ter cor. E penso no fato de que como somos a imagem de Deus devemos nos parecer com Ele. Além disso, quem argumenta que não há problema em usar pintura, seja qual for, começa a frase com um sonoro EU. Ou seja, de acordo com a vontade da pessoa, o pensamento é “se EU não vejo problema, então não há problema”, e um dos princípios do evangelho é justamente negar a si mesmo e fazer a vontade de Deus. A mais, realmente não creio que alguém vai perder a salvação porque usou um esmalte, ou um olho preto esfumado, mas sim pela decisão de usar, ou seja, por ter colocado a própria vontade na frente da vontade de Deus. Aquele que busca ser verdadeiro cristão não vai se ocupar tentando mostrar que isso ou aquilo não vale mais. Será que essa é a vontade de Deus para nós?

    24 de julho de 2016 @ 9:06
  42. Josi

    Deus nos criou com belezas e características diferentes, mas muitas de nós temos dificuldades em aceitar nossas características. Então recorremos aos recursos que temos. Mas acredito que não é a chapinha que usamos no cabelo, ou a escova que fazemos , não é tintura ou mechas que fazemos no cabelo, a maquiagem ou a cor de nossas unhas, não vejo diferença de um renda ou um vermelho até porque o que importa é o que está no coração. Não são esses detalhes quem nos define e sim nosso caráter. Posso não pintar a unha, não ter vaidade com roupas ou sapatos e bolsas mas ter um coração carregado de egoísmo, um caráter julgador. Temos que ter coerência no total de nossas vidas e não somente em alguns pontos.
    Eu posso estar criticando no próximo algo que no meu coração eu gostaria de fazer também mas não tenho coragem.

    24 de julho de 2016 @ 15:01
  43. keila

    Gostei muito desse seu artigo Manu, muito esclarecedor e motivador! Algumas pessoas, infelizmente, tem a mente fechada para aceitar certas coisas; e se torna muito difícil explicar à elas assuntos como esse, ñ se preocupe com isso! Que o Senhor continue usando seu trabalho como um canal de bênção na vida das pessoas! Um abraço..

    24 de julho de 2016 @ 20:45
  44. Daniele correia

    Ola! Eu respeito mto a opiniao das pessoas,mais me diz uma coisa vc fala de esmaltes,joias,maquiagem etc mas e o shorts curtinho q vc ta usando numa foto do seu instagram isso nao tm nada de mais ele nao e pior do q um esmalte ou um brinco??? Acho mto chato ver as pessoas impor tantas coisas mais nao pondera outras ja li num post acho q do seu blog ou da adventista alegando q biquine e mais chamativo q maio,ja vi em fotos de perfils em rede sociais cantoras na igreja toda recatada e no dia a dia cm shorts ou saia curtinha mais nao usam joias ql e pior vc axa q Deus qndo voltar levara os crentes seminus q estam na praia de maio estando eles juntos dos impios cm vc disse no modismo,desculpa ja fui mto ignorante e fanatica hj estou lucida respeito sua posicao e nao tenho nada haver cm sua vida mas houve uma epoca q fiquei confusa cm tantas coisas q antes ah isso e do mundo ou do diabo ou pecado,minha mae crente ignorante dizia p mim qndo crianca q a xuxa era do diabo coisas desse tipo hj me fazem perceber q se sufocam as pessoas cm coisas q elas nm sabem o q falam axo q o recato tm q se levar p vida isso nm vm da igreja mas da educacao p que haja respeito eu nao entendo ser errado esmalte,maquiagem,joias mais nao ser errado shorts,biquini,camisa de times cm ja vi pastor da adventista usando em videos do mira da verdade e confuso nao e tdos daram conta diante de DEUS hj busco em Deus o q fazer pq os famosos REGULAMENTOS INTERNOS das igreja sao opressivos e ignorantes por isso q ha tantos crentes depressivos pq vivem confusos e inseguros,nao me leve a mais so estou comentando pq nunca entendi algumas explicacoes da adventista mas tem mta coisa q me edificou,vou te contar o q houve cmg fui da DEUS E AMOR sai depois de alguns anos por haver algumas ignorancias hj em dia os crentes q me conhceram la me olha cm desdem pq nm estou de saia e cabelo sem cortar e p eles so pq estou de calca cabelo cortado e brinco sou uma desviada perdida q Deus vai me castigar a qlqr hora pq sai da denominacao,eu ate fiquei em depresao por causa dessa situacao ai vc me diz qntas almas hj estam no mundo prdidas por causa dessa ignorancia tda hj tenho tentado buscar forca e fe em Deus por td isso me abalo e me desistruturo emocionalmente e pisicologicamente me perdoe se de alguma forma te julguei emanuelle mas espero q compreenda a confusao q fiquei e ate hj estou sem entender !?

    25 de julho de 2016 @ 10:55
    • Emanuelle Sales

      Vc está me confundindo com outra pessoa. Não tenho nenhuma foto com shortinho nas minhas redes sociais. Só uso shortinho em casa, e não registro em fotos pra ninguém.

      25 de julho de 2016 @ 13:23
  45. Daniele correia

    Royal Thermas Resort & SPA esta no seu instagram a foto com este local na foto

    25 de julho de 2016 @ 14:07
  46. Daniele correia

    O assunto nao e esse eu citei um exemplo p mim o q vc faz ou deixa de fazer nao e da minha conta a vida e sua e a salvacao e individual mas uma boa parte dos comentarios aqui nao concordam q seja calca,esmalte,tintura,shorts,maquiagm e assim vai determinam meu carater,fe,salvacao,indole,e assim vai td perece pelo uso aqle q nao usa nada disso tbm peca e pode ate nao ser salvo por julgar q usa ou faz nao sou Deus so quis dizer q ninguem pode fazer o papel de Deus pq so ele conhece o coracao do homem sua conduta e mto seria eu vejo so q esses dias viram a cantora rafaela punho de shorts e apedrejaram ele ningm tm nada haver cm vida dos outros eu nao to mentindo eu entrei no seu insta vc estava num spa sentada numa poltrona de camisa e shorts curto suas pernas estavam espostas vc esta cm seu esposo tbm em outra foto no mesmo lugar so qro entender na adventista nao e advertido o uso de shorts e biquine pq se nao for me perdoe entendi errado vc nao e adventista e q eu ja vi no face pastor da adventista cm camisa de time tbm e errado e idolatria

    25 de julho de 2016 @ 14:23
  47. Daniele correia

    Esta aqui o link https://www.instagram.com/p/BGkTaFup0S8/ tem que pregar ou fala o que vivi se não vive o que prega e falso profeta , que deus te abençoe e te use vou orar por você.

    25 de julho de 2016 @ 14:37
    • Emanuelle Sales

      Isso sou eu num resort (beira da piscina) com meu marido 😉
      E se tenho coisas que posso melhorar na minha vida, devo esperar ser perfeita pra fazer algo pra Deus?
      Por isso minha recomendação no post é “contemple a DEUS e seja transformada”.

      25 de julho de 2016 @ 15:05
  48. zilma

    Oi Manu, minha mae costuma falar que a um tempo atrás(20anos) se diferenciava uma adventista de longe, pois elas nos mínimos detalhes buscavam não se parecerem com o mundo,infelizmente estamos perdendo essa essencia, e ao invés de sermos diferentes estamos querendo nos adequar cada vez mais a esse mundo. E acho incrível como as pessoas gostam de citar exemplos de irmãs que fazem “”isso” ou “aquilo” sendo que nosso único exemplo é Jesus. Fazem isso como forma de se desculpar e quem sabe amenizar a voz da conciencia que fala que é errado. Quantas vezes eu ja fui reconhecida como cristã por não usar brincos e nem pintar as unhas, essas irmãs podem achar que não, mas somos observadas, e as pessoas nos reconhecem por esses mínimos detalhes. Nunca foi tão importante nos diferenciarmos do mundo como nos tempos em que vivemos, precisamos renunciar a tudo aquilo que pode ser uma porta para satanás, e só de ver toda essa discussao em torno desse assunto, eu ja percebo que essa é sim uma porta, porque a raiva de algumas pessoas e as desculpas esfarrapadas mostram o amor e apego delas a esse “pequeno” detalhe. Satanás não precisa de uma porta escancarada pra ele irmãs, basta ma fresta.. só lembrando… ele nao bate, ele empurra a porta, e se vc estiver atrás dela, o tombo é certo. Manu parabéns pelo texto.. Deus está erguendo vozes para despertar seu povo.. continue sendo uma.

    25 de julho de 2016 @ 16:09
  49. Daniele correia

    Eu nao vim comentar p discutir axo q td mundo tm livre arbitrio qm vai julgar e Deus uns batem no peito e se determinam crentes outros so pq tm sua opiniao e vontade proprias sao os perdidos hj ningm respeita ningm tm gente q gosta de dar licao de moral mais esquece q tbm errada e peca pq se vc nm faz nada cm eu ja li pessoas dizerem nao deveria estar na terra de tao certinho q se denomina os post nao sao p espressar opiniao pq todos os comentarios q sao opostos a opiniao principal sao criticados isso se chama liberdade de espressao e respeito p ser respeitado

    25 de julho de 2016 @ 17:37
  50. Daniele correia

    Emanuelle vc tm seu livre arbitrio so q tm irmas q usam o mesmo shorts q vc estava e sao apedrejadas vc axa isso certo so citei a sua foto pq hj em dia crentes cm estas vestes sao tidos cm desconcertados so vc sabe da sua vida cm Deus, Deus nao faz acepcao pq o crente faz sendo ele a imagm e semelhanca de Deus nao citei pessoas p camuflar minha opiniao p defendr pecado tenho minha opiniao formada axo q crente mesmo os mais certinho julgam e axam q Deus ta aprovando sendo q isso cabe a ele q nao ve cm o homem ve nao vou mais comenta faco das minhas palavras as da BRUNA q comento QUE TD ISSO E PATETICO eu assino em baixo se vc fez um blog e deu libertada para as pessoas opinarem pq criticam as opinioes opostas uma qr dar mais licao p outra eu so estou me espressando vc deu essa liberdade no seu blog p tdas se citei vc e a rafaela e q tem tanta ignorancia no meio cristao q um sempre qr dar uma de santo p aqles q nao concordam cm o q eles dizem afinal Deus nos tirou da escravidao para a librdade a cantora rafaela foi apedrejada ningm e melhor q ningm a vida e dela e nigm tm nada a ver cm o q ela usa,faz,vive

    25 de julho de 2016 @ 18:09
    • Emanuelle Sales

      Daniele, pela sua recomendação vou excluir aquela foto 😉
      A situação que eu estava (num resort e na beira da piscina) me permitiam uma vestimenta diferente. Afinal, não se fica nesse ambiente de calça ou terninho. MAs publicação dela realmente foi desnecessária. Valeu pelo toque! bjo

      26 de julho de 2016 @ 17:10
    • Fabricio

      Assunto polêmico! Abordagem bem legal, que leva a refletir. Me pergunto o que leva alguém a ficar tão agressivo? Não vi nenhum juízo de valor, nem intenção de definir salvo ou perdido, santo ou pecador. Entendi o ponto de vista da Emanuelle, mas não é engraçado que alguma coisa do tipo “discordo do seu ponto de vista”, apresentado por quem não concorda com ela, teria feito o mesmo efeito, sem agredir? Pq às vezes as pessoas ficam tão agressivas, usando termos como idiota e patético? Acho q no céu vai ter lugar pra pessoas que pensam de maneira diferente, mas tenho a impressão q o amor e a tolerância serão a tônica de todos os relacionamentos. Deus é cheio de diversidade e foi Ele quem criou todas cores, não sei se pra serem usadas nos dedos ou nas unhas, mas que Sua “veia” criativa tem uma gama muito maior do que julga a nossa limitação humana, isso tem! Acho que se amarmos a Deus e buscarmos agradá-Lo em TUDO quanto fizermos, estaremos num bom caminho. Sei lá, só acho! Grande texto, Emanuelle!

      27 de julho de 2016 @ 0:30
      • Emanuelle Sales

        Comentário muito propício, Fabricio! Obrigada pela reflexão com a gente.

        27 de julho de 2016 @ 13:45
  51. Aline

    Perfeito! <3
    Deus te use mais e mais xD Beijos

    26 de julho de 2016 @ 10:23
  52. Karin

    Primeiro quero dizer que adoro esse blog, parabéns!!

    Está aí um assunto polêmico, a princípio deixo claro que não tenho “problemas” com esmaltes. Gosto mais das cores claras por uma questão de gosto pessoal mesmo, mas não fico também com uma paleta de cores na mão ao lado da manicure, medindo até onde posso ir. Pra mim a questão de modéstia vai além disso, muito além.

    Porém só quero levantar uma reflexão: somos influenciados pela cultura local em nossas afirmações. Algumas das coisas que são extremamente claras e óbvias como o opinião da Emanuelle para ela mesma, tem a ver com a cultura. Vou dar exemplos: A gravata atual, artigo tão popular, já foi estranha e deselegante de ser usada em um templo. Isso ouvi de um pastor adventista, debatendo exatamente estes pontos polêmicos, e eu fui pesquisar a fundo depois. O piano também já foi “assunto bafo”, uma vez que ele foi, há muitos anos, objeto oficial dos cabarés. A guitarra então, mais recentemente, também foi e é polêmica para algumas igrejas menores, mas é extremamente comum a guitarra lá no cantinho, com a pessoa fazendo o bom uso disso, se alguém aqui de igreja mais conservadora ainda não viu vá até a igreja central adventista de uma grande cidade.
    Se alguém aqui já foi para países cristãos da África (inclusive da nossa Divisão) lá notou a diversificação das cores que TODOS usam, as danças alegres de alguns e também com certeza notou a presença do Espírito de Deus ali.
    Sim, eu li o post, entendi a mensagem central, que é discrição, e também a mensagem errada que podemos passar com isso. Quanto a roupas curtas e indecentes, nem tem o que ser falado, pois o corpo está ali, exposto, porém cores isso é uma teoria, não é uma regra, tem a ver com a cultura. Veja, a mulher que nos séculos anteriores que “ousasse” a usar uma calça também deveria ouvir a mesma mensagem das outras irmãs. Eu mesma, quando criança, passei um brilhinho nos lábios transparente e uma tia da igreja me chamou a atenção, hoje lá usam cores. Entende? As coisas mudam, essa nossa visão “clara” e cega ao mesmo tempo que temos sobre tudo muitas dessas mudam e vemos que não é ponto de salvação e até mesmo mais de debate.
    Fica uma relexão, um abraço.

    26 de julho de 2016 @ 10:59
    • adri

      adorei..soube se expressar de forma amistosa!

      8 de dezembro de 2016 @ 14:27
  53. Jessica Magalhães

    Parabéns Manuh! Precisamos de mais corajosas como você que não se intimida em se posicionar biblicamente ao lado da modéstia cristã . Confesso para você que eu estava cada dia mais dando um passo no tom do meu esmalte , começou na base, não satisfeita fui pro nude( tom da minha pele ), não satisfeita ainda, esse nude foi escurecendo…Até que o ES começou a me incomodar e pelo seu snap , você comentou sobre o tom do nude e na hora notei que havia sido para mim 🙂 obrigada por ser uma benção na nossa vida com esse maravilhoso blog!
    Que O Senhor continue te guiando para nos levar a reflexão e nos mostrar que toda essa vaidade é distração para nos fazer esquecer de que Cristo em Breve vem nos buscar,e é isso que almejo, pois já não aguento mais esse mundo.

    Bjs linda

    Fica com Deus

    26 de julho de 2016 @ 11:05
    • Emanuelle Sales

      Que carinhosa e fofa você! Fico muito feliz de ter leitoras sinceras como vc. Bom demais ver gente que tá com o coração aberto para novos aprendizados. Beijos

      26 de julho de 2016 @ 17:06
  54. Malu

    Ótimo post, sem broncas, sem falácias, verdadeiro e cheio de sabedoria ao tocar em um assunto tão delicado! Parabéns, tenho que fazer um limpa nos meus esmaltes, gosto de colorido, mas não me sinto bem quando estou na igreja. Este post me fez tomar uma decisão de que esta na hora de fazer.
    Bjoks

    http://maluprusch.blogspot.com.br/

    26 de julho de 2016 @ 14:43
    • Emanuelle Sales

      Que decisão mais pura e linda! Isso que gosto de ver: uma decisão pessoal, e não pressionada. Fiquei muito feliz. Beijos

      26 de julho de 2016 @ 17:05
  55. Daniele correia

    Emanuelle jamais quis te julgar se usa ou nao o q vc qr sei q td ambiente tem uma veste propricia mas ja fui julgada por crentes da minha antiga denominacao por so estar usando calca p eles eu estava perdida qro q vc entenda q tem mto crente ignorante na igreja q mata e sufoca as almas gosto de ler e saber outras compreencoes da palavra de Deus qndo comentei nao quis causar confusao,contenda mas dizer cm a ignorancia de alguns pode matar a fe de outros vc e sempre especifica no q posta so fiquei em duvida qndo vi sua foto qria entender se era correto o usa do shorts a adventista e concervadora pois foi o que li em sites na internet me perdoe se fui grossa e estupida nas minhas palavras mas e q vi q por mas especifica q estava sendo em meus comentarios vc me entendia mau mas peco me perdoe se ti ofendi ta

    26 de julho de 2016 @ 18:54
    • Emanuelle Sales

      Não foi grossa não, querida. Entendo oq vc deve ter passado por causa de alguns extremistas (isso acontece em muitos lugares). E assim como o liberalismo é um perigo, o fanatismo tem (Ellen White diz isso no livro Mente, Caráter e Personalidade). Precisamos ter equilíbrio com bom senso. Eu não uso shortinho na rua nunca, mas se estou numa piscina, numa praia, obviamente preciso de um traje diferente do meu dia a dia. Vou pra água de shorts, e não de calça ou vestido (entende?). Mas acho que seu conselho foi válido, pq não preciso publicar fotos assim =)

      Ahhh, e se vc tem dúvidas sobre o uso da calça comprida, leia esse post: http://bonitaadventista.com.br/e-uma-roupa-masculina.html
      Beijos

      27 de julho de 2016 @ 13:50
  56. Nailton de Holanda

    Cai de paraquedas aqui… Super top. Nota 10. GLÓRIA A DEUS POR ESSE TRABALHO.

    29 de julho de 2016 @ 1:11
  57. Euda Hamsdorff

    Manu parabéns pelas palavras.
    Sem dúvidas, você é um instrumento usado nas mãos de Deus.
    Como disse no post, não tentou convencer ninguém e realmente promoveu reflexão, que foi o suficiente para eu aceitar a vontade de Nosso Pai.
    Muito obrigada linda, seus posts sempre me ajudam muiiiitooooo!!
    Um abraço bem forte em forma de gratidão.

    29 de julho de 2016 @ 11:33
    • Emanuelle Sales

      Que mensagem mais linda a sua! Vc não imagina como fico feliz de ver pessoas como vc, dispostas a refletir e aprender coisas novas. Que Deus te ajude em todos os detalhes da vida. Beijos

      29 de julho de 2016 @ 13:01
  58. Renata Vilas-Boas

    Texto muito bom, Emanuelle! Continue se dedicando a esse ministério que muda a nossa vida prática!Deus se alegra no seu trabalho e vc edifica suas leitoras! Deus continuará de fazendo uma mulher sábia e fara vc crescer ainda mias na maturidade na fé! Obrigada por ser uma boa conselheira através do seu blog!
    Um grande abraço!!

    :*

    1 de agosto de 2016 @ 10:28
  59. Mileena

    O caráter de uma pessoa está nas ações dela, e não no que ela veste ou na cor do esmalte que usa. Conheço tanto cristão que prega sobre Deus e faz CADA coisa em off. Privar-se em relação a cores, roupas, entretenimento, etc, é coisa de gente subdesenvolvida. Just saying

    3 de agosto de 2016 @ 14:56
    • Emanuelle Sales

      Oi, querida, nossa imagem não é prioridade mesmo. É apenas um reflexo natural de algo que tá acontecendo dentro de nós (e isso já é provado cientificamente). Se Deus não se importasse com nossa aparência, Ele nem tocaria no assunto, né? E na Bíblia temos MUITOS conselhos quanto à imagem. Várias pessoas comentaram o mesmo que vc, por isso gravei um vídeo falando sobre isso. Adoraria que assistisse: https://www.youtube.com/watch?v=YPCLTl4tjFg

      3 de agosto de 2016 @ 15:02
  60. Fabiana Moraes

    Parabéns!!! Belíssimo texto, e muito bem escrito!!!

    Que possamos, na medida do possível, refletir a beleza do nosso Criador!!!

    Fique com Deus!!!

    3 de agosto de 2016 @ 22:05
  61. Daniela

    Maravilhoso o seu texto! Parabéns e que Deus te abençoe por esse dom!!

    4 de agosto de 2016 @ 21:13
  62. Raliane

    Concordo com seu pensamento e opinião, muito proveitosa, parabéns!
    Mas esse destaque na fala de Ellen White, é só pra demonstrar que és adventista ou é pq vc considera mais ela que a própria palavra de Deus, já que tbm está escrito em Corintios? !

    5 de agosto de 2016 @ 10:47
    • Emanuelle Sales

      A frase que coloquei no em destaque é de um texto que ela comenta sobre o livro de Coríntios. A frase dela é um resumo do capítulo do Coríntios, por isso não posso colocar a referência errada, pois na Bíblia o texto é maior e mais completo. Ela comenta, assim como um pastor comenta num sermão. Acho as reflexões dela muito profundas. E como ela mesma diz: “Se as pessoas lessem corretamente a Bíblia, não seria necessária a leitura de mais nada”. Lemos outras literaturas como complemento, como reflexão, e não como substituição. Beijinhos

      5 de agosto de 2016 @ 12:29
  63. Melissa Burnett

    Amei o texto, enriquecedor.
    Por favor, aonde encontro na bíblia os 4 conselhos de aparência que você menciona?

    18 de agosto de 2016 @ 15:00
  64. Rebeca lira

    Eu tenho umas amigas que são agnósticos e não crê em Deus, e elas não usam maquiagem, nem gosta de pintar unhas, nem usa brinco, nem nada, se alguém que não as conhecem olhar pra elas, vão achar que são crentes? Hum acho que aparência é muito relativo, e isso não tem muito a ver com Deus seila, é usos e costumes, tem gente de bom coração que usa e gente de má coração que não usa. Se eu ver uma pessoa usando tais objetos, não vejo diferença nenhuma. Pra mim é irrelevante. Minha opinião.

    22 de agosto de 2016 @ 11:59
    • Emanuelle Sales

      Oi, querida, vc tocou num ponto muito importante. Mas vale meditar que se levarmos essa lógica à risca, não faz diferença nem fazer o bem ao próximo, ou respeitar os pais, ou não roubar… Pq tem religioso e ateu com a conduta semelhante. Pra responder seu questionamento (que é o de muitas outras), gravei este vídeo. Assista: https://www.youtube.com/watch?v=YPCLTl4tjFg

      Beijos

      22 de agosto de 2016 @ 13:27
  65. Luciana Cândido

    Olá,
    Adorei o texto muito bom, meu ponto de vista é que somos um povo diferente, até pq a bíblia diz que pelos frutos vos conhecereis, então sem ciar contendas ou mimimi… fica a critério de cada um usar o q bem intende, porém quando vc ouvir alguém fazendo mau juízo dos ” Adventista” vai intender q ser igual as demais mulheres te iguala a elas e ninguém quer igualada a uma classe de mulheres que se portam com vulgaridade ou pelo menos eu não…
    A escritora Ellen G. White diz que a mulher cristã deve se vestir com modéstia pois isso agrada a Deus e diz I. Cor 6:12.
    Abraços!

    29 de agosto de 2016 @ 10:36
  66. Claudinalle Wegener

    Parabéns! o texto está ótimo! Infelizmente jamais estará agradando a todos, e por mais que vc queira nem todos farão uma boa interpretação. Acompanho com carinho cada postagem, pois partilho das mesma ideias, devemos fazer a diferença e não há como sem mudança. Adotar um estilo de vida que cause críticas e rejeição para muitos pode ser duro demais, enquanto para alguns se torna tão natural. Tento no dia a dia passar valores eternos para minha filha e estamos sempre aqui, lendo e aprendendo juntas muita coisa. Que Deus continue te usando e abençoando seus pais pela educação e ensinamentos que te deram.

    1 de setembro de 2016 @ 2:18
  67. Cassia

    Olá querida, já assisti uma palestra sua! Te admiro muito.
    Sobre esse assunto eu fico na dúvida, de até onde isso realmente interfere na vida espiritual e até onde isso é cultural.
    Se vc visitar os paises e as diferentes formas de cultos, se for pesquisar a fundo o comportamento e vestimentas dos cristãos e líderes pelo mundo… poderá me ajudar nessa minha dúvida.
    Esmaltes não são o problema pra mim, mas o tema em si me deixa intrigada.. Pois aquilo que interfere minha comunhão com Deus aqui, irá interferir em qualquer lugar.. Mas estando em uma cultura diferente do Brasil, vemos que não há esse olhar sobre esse assunto. Interessante não é? Qual seu ponto de vista?
    OutrA dúvida. .. Sobre pintar os cabelos, fazer luzes. Etc.. Sempre fiquei com receio, e li aqui no seu texto que pintar de cores naturais não há problemas.. Mas é aqueles que não sao pra cobrir apenas os fios brancos? Seria pra ficar mais loira ..etc. Seria vaidade, e se enquadra no mesmo que pintar as unhas?
    E só mais uma dúvida. . Pintar as unhas de branco, rosinha.. etc apenas por serem claros não é considerado “errado” apenas cores escuras.. pq? A atitude não é a mesma?
    Muito obrigada :l
    Espero suas respostas 🙂

    2 de setembro de 2016 @ 15:25
    • Emanuelle Sales

      Oi, lindona, vc tocou num assunto muito importante: cultura X princípios. Vamos exemplificar… Decência é um princípio, a norma cultural vai determinar qual vestuário é decente ou não. Índias andam quase nuas, e isso não significa que são indecentes. Elas podem ter o mesmo princípio nosso, mas de forma diferente. Outras coisas que são princípios bíblicos quanto a vestimenta são: modéstia, discrição, feminilidade/masculinidade e naturalidade (que tem a ver com não alterar as características humanas). Estes princípios são IMUTÁVEIS. Em qualquer lugar do mundo são válidos, mas sim, podem ser contextualizados de formas diferentes.
      Sobre oq vc comentou de tingir o cabelo, vamos entender um pouquinho. Uma mulher com os fios tingidos de loiro ou preto, quando esta não é sua cor natural, pode sim passar uma imagem discreta, afinal cabelo loiro e preto são características humanas. Mas se pintasse os fios da cor cereja, acabaria deixando a discrição de lado. Porém, como os princípios de Deus não são regras, e sim conselhos para nosso bem-estar e autoconfiança, me questiono às vezes a razão de eu usar ombré hair, sendo que meu cabelo é preto. Meu cabelo é tingido de forma discreta, então o problema não é este. Mas acredito que essa mudança revela talvez uma falta de autoconfiança na minha pessoa. Vejo quanto preciso melhorar a forma como me enxergo, como me admiro. Enfim, estamos todas no mesmo caminho, com os mesmos desafios… O segredo sempre é CONTEMPLAR. Quando contemplamos a Deus, a mudança é natural. Ele mostra tudo que deve ser feito e nos ajuda a reconhecer nossos pontos fracos. Beijos

      5 de setembro de 2016 @ 13:54
  68. Thays Sathler

    Ei Manu, excelente texto. Amo a forma como você aborda tais assuntos. Eu sempre gostei de esmaltes coloridos e você me fez pensar melhor sobre o assunto. Irei me batizar em dezembro na igreja adventista. Há dois anos comecei a frequentar igreja e hoje me sinto uma pessoa totalmente renovada. Deus me moldou conforme a sua vontade. Obrigada! Beijos.

    2 de setembro de 2016 @ 16:14
    • Emanuelle Sales

      “Deus te moldou”. Você disse tudo! Entendeu o ponto X de toda questão. E parabéns pelo batismo. Fico muuuuito feliz de saber!

      5 de setembro de 2016 @ 13:36
  69. Natiane

    Nossaaa… Parabens Manu, primeira vez que leio seu blog e você esclareceu minhas duvidas …. muitooo obrigada . Com certeza você esta sendo usada por Deus e esta abençoando muitas pessoas . Obrigada bjs

    2 de setembro de 2016 @ 16:27
  70. Jéssica

    Amei… Sempre tive dúvidas sobre o esmalte, confesso que não uso e pintei só uma vez de outra cor e me senti mto mal… Mas msm assim não voa problema nenhum em usar e ninguém nunca me explicou tão claramente e lindamente como vc! Bjo

    2 de setembro de 2016 @ 18:35
  71. Lourdes

    Olá Manu, não sei se você vai ler ou responder à este comentário, mas senti vontade de expressar aqui minha opinião. Já faz algum tempo em que li u outro artigo seu a respeito da maquiagem e discoedei dela, cheguei a comentar a respeito. Mas hoje lendo este texto percebi o quanto ele é importante em vários aspectos, como alguém acima mencionou o espírito santo realmente te usou, principalmente ao reconhecer suas debilidades e como todo ser humano nós estamos em constante aprendizado, foi muito feliz e ponderada em suas palavras, um dos aspectos que achei valioso foi o amadurecimento espiritual e o resultado da sua busca em um relacionamento com Deus, que lhe mostrou o que realmente ele quer de você. Suas palavras me tocaram pois percebe se a sua humildade. Obrigado por compartilhar e nos ajudar a refletir, o assunto foi o esmalte,mas se aplica perfeitamente em tantas outras coisas. Abraços

    4 de setembro de 2016 @ 0:34
  72. Carla Moraes

    A gente deve olhar o coração da pessoa, não o esmalte ou a roupa que usa. O Sr. Jesus é que transforma o coração.

    25 de outubro de 2016 @ 12:04
  73. Cristiane Costa.

    Devemos ler a bíblia, palavra inspirada de Deus. E seguirmos a nossa consciência, pois é ela que nos acusa. Tem gente que se sente mal de usar até um enfeite no cabelo! Se seguirmos as orientações de JEOVÁ Deus nossa vaidade sempre estará na medida certa.
    Vamos orar para que Deus nos molde.

    23 de novembro de 2016 @ 20:05
  74. Bárbara

    amei, o texto,concordo com tudo.
    Um dia eu também achava que o jeito de se vestir,pintar unha usar maquiagem era essencial para a beleza feminina,mas estudando a Biblía eu vi que Deus fez o ser humano com tanto amor e carinho,que nos considera a coisa mais linda dele, então para quê mudar isso,se já somos a coisa mais linda de Deus

    23 de fevereiro de 2017 @ 4:49
  75. Ana Elvira

    Emanuelle,
    Poxa, você já está na rede há algum tempo e eu não a conhecia. Mas que prazer foi o meu em assistir seus videos. Primeiramente parabéns pela a dedicação e coragem em tratar tantos assuntos que para a sociedade em que vivemos pode ser bastante polemico (Não por que seja polemico, mas por que as pessoas o tornam). Quero agradecer por ser usada por Deus aqui na internet; Sou adventista de berço, sempre procurei fazer as coisas corretas perante Deus, mas o que sempre me incomodou foi o fato de ser vaidosa e que muitas vezes senti vontade de exagerar, por que cheguei ao ponto de acreditar que não tinha nada a ver minha comunhão pessoal com Deus, mas ao mesmo tempo ficava confusa quando por exemplo: as maquiagens, igreja as vezes prega o uso de maquiagem como algo totalmente errado e que posso ser condenada pelo o uso dela, mas quando eu era solteira e conhecendo novas pessoas, queria ser bonita e me indagava várias vezes na frente do espelho “como poderia ser bonita sem usar maquiagens?” E creio eu, que isso pode também ser dúvidas de muitas mulheres cristãs. Hoje, busco todas as formas possíveis para ser bonita, sem ser extravagante e de forma que possa ser agradável a Deus. Obrigada por compartilhar conosco sua aprendizagem na caminhada cristã.

    25 de fevereiro de 2017 @ 13:49
  76. Elaine Souza

    A cor de um esmalte não define o carater de uma mulher!Tem mulheres que amam esmaltes vermelho e são de familia,sabem impor respeito,enquanto que existem mulheres que só usam esmaltes nudes iu nem usam nada e não tem um pingo de caráter e vergonha na cara,portanto a cor do esmalte não te define e sim as suas atitudes diante das circunstâncias dessa vida! Deus nos ama,nos entende e nos aceita assim como somos e não é a opinião de uma pessoa que vai definir o carater da mulher que usa um esmalte vermelho!

    3 de março de 2017 @ 11:29
    • Emanuelle Sales

      Nada do que a gente veste, ouve, come ou pratica nos define, amiga, mas relevam muito de nosso comportamento, estilo de vida e gostos. Isto é provado cientificamente, além de ser óbvio. Por isso Deus nos orienta sobre todas essas coisas. Veja quantos textos bíblicos existem sobre vestimenta, sobre comportamento, sobre alimentação. Claro que não significa que uma pessoa que não se vista conforme as orientações bíblicas seja do mal. Todos nós estamos em processo de crescimento espiritual (pelo menos deveríamos). Quando olhamos para Deus, ele vai nos moldando naturalmente. Beijinhos

      3 de março de 2017 @ 13:36
  77. Alessandra Delmar

    Como gostei da forma como abordou o assunto! Totalmente espiritual e com uma sensibilidade enorme. O tema sempre foi muito delicado para mim e você o expôs com simplicidade e clareza. A essência de tudo isso é preservar a imagem do nosso Criador em nós. Sejamos mesmo mais cuidadosas ao escolher nossa forma de nos apresentar ao mundo. Somos cartas vivas!

    26 de abril de 2017 @ 23:17
  78. Stephanie Wild

    Oi Manu, eu amei esse post e todos os outros sobre o assunto, li tooooodoss!!!! Confesso que meu ponto fraco é em relação a cor dos meus esmaltes, gosto de cores mais fechadas, como cinzas e marrons, todas aquelas opções de cores sugeridas eu já comprei mais não consigo usar e peço a Deus SEMPRE pra me ajudar, por que eu sei o quanto a simplicidade é importante na vida do cristão, falo por mim e não julgo outras pessoas que usam,quem sou eu.Esse assunto tem me incomodado nos últimos dias, porque eu só tenho cores assim, as vezes uso francesinha, que também sou apaixonada, mas sempre volto a usar as outras cores. Uma vez fui no culto com uma cor que estava acostumada a usar, era um violeta escuro e com um vestidinho(um pouquinho decotado e justo) e de sapatilha, chegando lá me senti extremamente incomodada, desconfortável, com muita vergonha e nunca tinha me sentido assim, até comentei com minha mãe. Foi neste mesmo dia que comecei a assistir seus vídeos por indicação de uma amiga, não sou muito fã de assistir vídeos, não tenho muita paciência, assisti um e achei bem legal e divertido, continuei assistindo os próximos e dei de cara com: Igreja não é boate!!!!! Foram os 5 minutos que me fizeram repensar na minha vida, na minha aparência,na forma como estava adorando a Deus através das minhas roupas e aquelas frases? meu gzuis,(sou estudante de psicologia hahaha) eu fiquei muuuuito pensativa, analisando a roupa que tinha acabado de usar e eu simplesmente amei esse vídeo, pois me alertou o que eu deveria mudar em mostrar quem eu sou, minhas crenças e tudo mais. Por fim eu sei que tudo isso muda quando nossa mente é voltada para o que é eterno, pois quando passo mais tempo com Deus, me relaciono com ele intimamente essas coisas que eram tão importantes se tornam sem valor, e aí o simples se torna belo, a partir do momento em que Cristo é o centro de tudo. Tenho pensado muito esses dias sobre isso, lendo mais e estudando a Bíblia.Obrigada Manu, pelos vídeos que por mais curtos que sejam,são tão importantes e chegam na hora em que mais precisamos, como eu mesmo naquela tarde de sábado, precisei ouvir tudo aquilo, com esses posts também, mesmo que a mudança seja aos poucos e seja difícil no começo,pois sou humana,querendo sempre fazer o que meu coração deseja, eu quero mudar e mostrar Jesus em minha forma de vestir, falar e me comportar. Você é uma LINDAAAA, divertida e muito sábia, já assistir todos os seus vídeos várias vezes, me acabo de rir,você não tem noção do quanto eles tem mudado minha percepção em ver as coisas,que Deus te abençoe muuuuuuito minha kirida!!!!Beijos.

    15 de junho de 2017 @ 18:47

Colocar uma resposta Letícia Sales

Seu e-mail será nunca publicado ou compartilhado. Campos obrigatórios são marcados *

*
*

ou cancel