O lado tenso de ser mulher

O lado tenso de ser mulher

TPM é pecado?
Como lidar com isso?

Oi, oi, minhas amigas! Hoje falo no feminino mesmo, afinal, estava com saudade de um papo de mulherzinha. Se você está estranhando a demora por novidades aqui no blog, saiba que gastando bastante tempo para investir no CANAL do YouTube. Então, não deixe de se inscrever lá e assistir tudinho. Além disso, ainda passei meses escrevendo o livro novo, que logo estará disponível na lojinha junto com os outros.

Recebi recentemente algumas mensagens me pedindo para falar sobre TPM. Acredita que alguém me perguntou se TPM é pecado? Eita! Claro que não é pecado, afinal, é um fator biológico feminino. Obviamente, o que você vai fazer com essa TPM pode ser do mau. Tipo, se você matar alguém, chutar o cachorro, beliscar o amiguinho, gritar com seus parentes… aí sim vai ser bem errado. Achei engraçado alguém questionar se TPM é pecado, mas se me perguntassem se ela é o inferno, ousaria dizer que sim. Haha!

Se você sofre muito na semana anterior à menstruação, saiba que não está sozinha. Veja só alguns sintomas, físicos e emocionais, comuns entre as mulheres (a gente sofre, ?):

Sintomas Emocionais

  • Depressão
  • Pensamentos suicidas
  • Vontade de chorar
  • Irritabilidade
  • Ansiedade
  • Insônia
  • Fome em excesso ou falta de apetite
  • Sonolência
  • Dificuldade de concentração
  • Cansaço

Sintomas Físicos

  • Dor de cabeça
  • Acne
  • Aumento de peso
  • Inchaço nas mamas
  • Dores osteomusculares (nos ossos e músculos)
  • Distensão gasosa (nome chique para: aumento do abdômen por causa do acúmulo de gases ou líquidos no intestino)

Gostei muito da representação dessa blogueira, Victoria, ex musa fitness:
verdade_por_tras_blogueira

Essas duas fotos foram tiradas com apenas 4 horas de intervalo. Ela conta que tinha acabado de fazer uma típica selfie, mas logo após seu corpo começou a apresentar os sintomas da TPM, então resolveu fazer a imagem com a comparação. Olhe só a diferença no físico dela em algumas horinhas. Na legenda, ela também fala sobre a falta de energia, mudanças de humor, cólicas e outras alterações que sofre quando está no período próximo à menstruação.

Victoria acredita que as os influenciadoras nas redes sociais acabam escondendo a realidade:

“Ninguém fala sobre a luta que as mulheres passam todos os meses. Eu, por exemplo, fico inchada, deprimida, exausta e temperamental. Antes eu via outras mulheres que pareciam ser perfeitas e lindas o tempo todo, então eu me olhava e não entendia por que eu não podia ser igual. Quero que as pessoas percebam que um momento no Instagram nem sempre descreve o que realmente está acontecendo na vida de uma pessoa e que o que passamos é totalmente normal”, conta.

Após a publicação, ela disse que teve muitas respostas positivas das mulheres. Ela ficou feliz e disse que espera que outras mulheres se sintam fortalecidas e confortáveis com seus corpos e as mudanças que podem sofrer. Victoria diz que gostaria que a feminilidade fosse representada de maneira justa nas mídias sociais.

colica

Se você fica na sofrência nesse período do mês, veja só o que o ginecologista Cleverton César Spautz recomenda:

“A orientação é de mudança de hábitos alimentares e, principalmente, a realização de atividades físicas periodicamente, pois elas reduzem significativamente os sintomas da TPM”. Ou seja, uma alimentação saudável e balanceada, rica em vitaminas, fibras e proteínas, colabora muito nesse processo. E claro, malhar!

Se na rotina você já não deve consumir café, bebida super estimulante, fuja dele ainda mais no período da TPM. Reduza também o sal da comida e evite doces em excesso. Na hora de comer, dê preferência para as frutas, vegetais, grãos e alimentos diuréticos (como a melancia, aspargos, salsa, agrião e morango).

O médico ressalta que cerca de 5% dos casos de TPM precisam de tratamento com medicamentos. Viu só como a coisa é tensa?

Você sofre na TPM?
Compartilhe nos comentarios sua experiência!

por Emanuelle Sales

8 Comentários

  1. Samaria

    Que ótimo saber que não sou doida. Fico muito deprimida, choro demais, penso até que estou em depressão nesses períodos. Comecei a tomar óleo de prímula e ajudou muito!!!

    28 de setembro de 2017 @ 16:03
  2. Kaline Ribeiro

    Eu fico bem sensível, dores nas pernas e seios são frequentes. Além da vontade de chorar do nada. É necessário muita paciência com vc mesma. Buscar conhecer seu corpo, os sinais que ele dá. E conversar com o parceiro pra fazer ele entender como vc funciona. Não espere que ele chegue a conclusão sozinho. Nossas mudanças repentinas muitas vezes dão um nó na cabeça deles

    28 de setembro de 2017 @ 17:31
    • Emanuelle Sales

      Falou tudo! Arrasou. Ponto muito importante.

      29 de setembro de 2017 @ 11:21
  3. Anny Ribeiro

    Nossa eu tô sofrendo com isso. Da minha adolescência até meus 30 não tinha tpm, mas passei por uma situação muito dolorida q me deixou com uma depressão profunda. Melhorei da depressão mas fique com esse tal tpm.
    Qndo estou de tpm minha vida se torna dolorosa, ficou com ódio, nervosa, irritada com sons e barulhos, tenho vontade de morrer de chorar e de correr sem destino. Isso me entristece, pq as vz penso q estou louca.
    Tenho orado por essa situação, meu marido é o alvo de minha tpm, não gosto nem dele fica perto de mim; não sei se é pq ele foi o causador da minha depressão, só sei q ele tem q fica bem longe de mim nestes dias.
    É muito complicado pra mim, tpm é uma coisa seria.

    28 de setembro de 2017 @ 17:51
    • Emanuelle Sales

      Querida, busque ajuda médica. Alguns casos precisam de um tratamento. Temos que nos unir aos médicos para melhorarmos o estilo de vida. E experimente tomar óleo de prímula. Muita gente melhora tomando esse composto natural. Beijos

      29 de setembro de 2017 @ 11:23
  4. Keilla Nihira

    Eu passei a adquirir para minha vida uma consciência desse problema, procuro buscar a cura em Jesus, pois eu vejo a tpm também como uma brecha espiritual, portanto eu passo a vigiar minhas atitudes e não colocar mais a desculpa como fazia antes, pois as consequências eram piores. Depois que passei a olhar a tpm por outra perspectiva, a perspectiva de ela ser um mal que me faz buscar o bem, tem sido um aprendizado de conhecer a mim mesma e ter fé no sobrenatural.
    P,s: inclusive eu já estou com sintomas da tpm neste instante… oremos rsrs

    28 de setembro de 2017 @ 21:58
    • Emanuelle Sales

      Que lindo, querida. Às pessoas colocam Deus como um ser tão distante, mas Ele se importa até mesmo com nossa TPM. Tudo que faz parte da nossa vida é relevante pra Ele. =)

      29 de setembro de 2017 @ 11:21
  5. Karina Santos Vit

    Costumo dizer: me emociono até com o comercial de margarina kkkk

    14 de outubro de 2017 @ 16:03

Publicar um comentário

Seu e-mail será nunca publicado ou compartilhado. Campos obrigatórios são marcados *

*
*

ou