A luxúria sexual

A luxúria sexual

A tentação diária dos garotos e homens

Oi, meu amores! O conteúdo sobre modéstia cristã foi tão acessado e teve uma repercussão tão positiva que pensei em continuar o assunto mais um pouquinho. Tudo bem pra vocês? Antes de tudo, quero deixar bem claro que este princípio serve para HOMENS e MULHERES. , machismo! Abordamos mais o universo feminino aqui por causa da temática do blog. Ah, e claro que mulheres têm mais oportunidades de exibição do corpo (existe uma variedade maior de roupas para nós do que para os homens). Mulheres são, por natureza, mais atentas à beleza e sedentas por elogios e admiração. Que mulher nunca fez uma novela mexicana quando o boy não notou que estava com um vestido novo? Eu, por exemplo, quero que meu marido repare até que fiz a sobrancelha e que cortei as pontas duplas do cabelo! Hehe É, as mulheres são bem emocionais e subjetivas, e os homens geralmente mais visuais e objetivos. Mulheres e homens têm psicologias diferentes, inclusive ao se vestirem. Podemos usar estas características a favor ou contra nós.

No post anterior, falamos sobre o cuidado que devemos ter em nossa atitude e imagem para evitar de ser uma pedra de tropeço. “Ai do mundo, por causa das coisas que fazem tropeçar! É inevitável que tais coisas aconteçam, mas ai daquele por meio de quem elas acontecem!” (Mateus 18:7). Vixi, o negócio é sério mesmo. Deu pra sentir, ? O conselho bíblico, mais uma vez, foi escrito para o público masculino e feminino. TODOS devem avaliar seu comportamento pessoal. Um dia me deparei com uma frase interessante: “Vista-se na frente dos homens da mesma maneira que gostaria que outras mulheres se vestissem na frente do seu cônjuge”. Faz a gente refletir, ?

Hoje li trechos de um livro de  C.J. Mahoney — Worldliness: Resisting the Seduction of a Fallen World (Mundanismo: Resistindo à Sedução de um Mundo Caído) e pensei: “Carambaaaa, que desabafo profundo, preciso compartilhar com as meninas”. Claro que serve muito para a minha vida também. Foi uma das raras vezes que vi um homem falando sobre vestimenta feminina sem parecer machista. Olhem só a sinceridade dele e pense se você pode fazer algo para amenizar problemas assim. Por favorzinho, leia tudinho:

rapaz_cristao_roupa_mulher

Cada dia no campus é uma batalha. Uma batalha contra o meu pecado, uma batalha contra a tentação, contra minha mente depravada. Todas as manhãs eu tenho que clamar por misericórdia, força e uma convicção renovada para fugir da luxúria sexual. O Espírito é fiel para trazer a renovação de que eu preciso, mesmo assim tentações ainda existem. Eu sou grato porque Deus me criou para ser atraído para mulheres. Porém, o campus é um campo minado carregado. Há moças em todos os lugares, e com certeza eu passarei por moças atraentes enquanto eu caminho entre as classes. Para passar pelo dia ileso, ou eu tenho que estar ativamente ocupando minha mente e espírito com oração, citando textos bíblicos, ouvindo músicas de louvor ou olhando para a calçada. Muitos dias eu preciso fazer todos os quatro para estar seguro.

O que as mulheres parecem não entender completamente é que a luxúria é uma tentação constante. É ininterrupta. É agressiva. E ela faz tudo que pode para conduzir os homens até a morte. E as mulheres têm a opção de ajudar ou impedir o objetivo e propósito da luxúria. Às vezes quando eu vejo uma moça vestida provocantemente, eu digo a mim mesmo, “Ela provavelmente nem mesmo sabe que 101 homens vão devorá-la em suas mentes hoje. Mas, por outro lado, talvez ela saiba.” Para ser honesto, eu não sei a verdade, a verdade sobre por que ela escolhe vestir-se deste modo, caminhar do modo que caminha, agir do modo que age. Eu não sei porque eu nunca me sentei com uma moça e perguntei a razão. Tudo que eu preciso saber é que o modo com que ela se apresenta ao mundo é isca para enrascar minha mente pecadora e eu preciso evitar isto a todo custo.

Na maioria das vezes, a igreja serve como um refúgio para a constante represa da tentação para pecado. Porém, eu tenho que confessar que até na igreja pode haver várias minas espalhadas. Por favor, ajudem seu irmão em Cristo, e peçam a seu Pai para examinar seu guarda-roupa. Pergunte a seu Pai como você pode escolher melhor a santidade ao invés do mundanismo. Ele é homem, e ele sabe mais do que você sobre o assunto. E para as moças que não seguem o padrão do mundo: obrigado. Obrigado mais de um milhão de vezes. Você está seguindo os mandamentos da Bíblia, e está ajudando seus irmãos no processo.

O lugar onde eu acharia que não teria que enfrentar tanta tentação é na igreja. Mas este nem sempre é o caso. Quando amigas minhas se vestem sem modéstia, isso definitivamente tem um efeito negativo na nossa amizade. Quando ela se veste imodestamente, torna-se difícil vê-la como uma irmã em Cristo. Há uma batalha constante acontecendo enquanto eu estou interagindo com ela. A comunicação se torna mais difícil, mas eu também estou tentando combater a tentação. Eu também acho que algumas mulheres não estão conscientes de que até mesmo as pequenas coisas podem distrair muito os homens – mostrar uma pequena parte da barriga, ou até mesmo usar uma bolsa que tem uma alça que fica entre os seios delas, etc. Eu agradeço muito a Deus pelas mulheres piedosas em meu pequeno grupo. Eu aprecio muito o sacrifício que elas fazem para glorificar a Deus.

Eu ouvi uma história de uma das mulheres em nosso pequeno grupo que foi fazer compras e realmente gostou de uma camisa que ela estava experimentando. Entretanto ela pensou, “Não, eu não posso fazer isto com os homens.” Essa foi a primeira vez que eu ouvi falar de qualquer coisa assim, e eu fiquei muito grato. Quando as mulheres se vestem modestamente, é atraente e me faz querer sair com elas. Eu acho a modéstia tão atraente e benéfica em amizades; faz com que seja mais fácil uma amizade ser centrada em Deus e não atrapalha o companheirismo. Homens piedosos acham modéstia atraente. Eles apreciam mulheres que se vestem com autocontrole e moderação. Eles são gratos por mulheres que os ajudam a combater a tentação de cobiçar.

resposta_mulher_modestia

“Eu tinha uma vaga ideia de que os homens eram mais afetados pela visão do que as mulheres. Mas eu nunca percebi como a tentação era dominante… Agora, sabendo um pouco do que os homens passam diariamente, eu tenho um desejo ardente de servir meus irmãos em Cristo. Eu quero fazer da igreja um refúgio para eles. Graças à supervisão dos meus pais, não acho que o meu guarda-roupa é imodesto. Mas eu posso freqüentemente gastar muito tempo examinando minhas roupas, tentando ver como posso usar o que tenho para atrair os rapazes. Depois da sua mensagem, eu já não tenho o desejo de me vestir imodestamente. Pelo contrário, minha preocupação é proteger os rapazes e ajudá-los na sua caminhada com Deus. Eu não quero que minhas roupas ou comportamento os distraia de focalizar em Deus.”

Que a gente reflita com esse caso

por Emanuelle Sales

78 Comentários

  1. Alice Gomes

    Nunca parei para pensar sob esse lado.Mas amei o texto,já li umas três vezes já,kkk. Tenho uma pergunta:Esse livro que é citado no texto,tem em português?bjs

    18 de outubro de 2016 @ 19:04
    • Emanuelle Sales

      Que bom que vc aproveitou bastante o texto! Hehe Flor, vou tentar descobrir se tem o livro em português. Achei apenas trechos dele, mas vamos à caça!

      19 de outubro de 2016 @ 0:33
  2. Michelle

    Manu! que post inspirado!
    Muito obrigada por ter compartilhado esse texto aqui no blog.
    Eu já tinha uma certa preocupação com o vestuário, mas em dias quentes (como hoje) eu caia na tentação de vestir algo mais “confortável”.
    Agora vou analisar melhor as minhas roupas de verão.
    Beijos, continue com esse trabalho abençoado.

    18 de outubro de 2016 @ 20:22
    • Emanuelle Sales

      Essa humildade de vcs pra mudar me surpreende cada dia mais. Pessoas como vc me inspiram!

      19 de outubro de 2016 @ 0:31
  3. Eloísa Santos

    Sensacional, Manu!! Faço minhas as palavras dessa moça. Que possamos sempre buscar a elegância e modéstia que uma Filha de Rei deve ter. Parabéns, amei o post!! Que Deus continue a abençoe sempre!! ❤❤

    18 de outubro de 2016 @ 22:38
    • Emanuelle Sales

      Fico muito feliz que tenha gostado. Que Deus nos ajude a ser cada dia mais realeza!

      19 de outubro de 2016 @ 0:34
  4. Patrícia

    Achei uma graça o desabafo desse rapaz. Ele me pareceu falar com sinceridade e conseguiu dizer o que queria sem “atacar”.
    Eu não pensava tbm nessa luta diária masculina para se manter puro, porque como nossa mente funciona diferente, eu acabava medindo-os pela minha maneira de pensar. É difícil enxergar uma situação pelos olhos de outra pessoa.
    Também vou prestar mais atenção no que visto, não quero ser pedra de tropeço 😉

    18 de outubro de 2016 @ 23:57
    • Emanuelle Sales

      Que lindo ver gente como vc, planejando sempre crescer, Ainda que isso exija mudanças. Tbm fiquei impressionada com a sinceridade dele sem atacar, sem ser machista. Inspirador!!!

      19 de outubro de 2016 @ 0:39
  5. Pr. Zacarias Maurici

    Gostaria de sugerir um capítulo do livro Testemunhos Seletos Volume 1, com o título: “Simplicidade no vestuário.”
    Creio que todos (a) que lerem poderão mudar seu conceito sobre o assunto.
    Sugiro ainda o livro: Mensagens Escolhidas Volume 2, capítulo 6. Inclusive foi o único texto que li onde EGW cita Deuteronômio 22:5 para uso de calças para mulheres. Leia com muita atenção e oração

    19 de outubro de 2016 @ 9:42
  6. Gênnifer Menezes

    Que post maravilhoso! Nunca parei pra pensar na luta que os rapazes sofrem diante de tal situação. Depois desse desabafo irei mudar algumas coisas em meu guarda-roupa e prestar mais atenção se não estou sendo pedra de tropeço para alguém!

    19 de outubro de 2016 @ 10:15
    • Emanuelle Sales

      Nunca é tarde pra gente repensar, mudar… Deus nos ajuda nessa evolução constante!

      19 de outubro de 2016 @ 13:30
  7. huelica

    nossa amei o post.esse rapaz desabafou sem atacar. eu amo veste modesta.acho lindo.a moda deste mundo não da.amo acho lindo a modestia.

    19 de outubro de 2016 @ 12:24
    • Emanuelle Sales

      Tem fiquei impressionada com a delicadeza dele para falar de um assunto tão sério!

      19 de outubro de 2016 @ 13:30
  8. Jordana

    Meu Deus, foi lindo o comentário desse rapaz, o jeito como ele usou as palavras. Eu me preocupo com a modéstia mas, nunca havia pensado dessa forma. Foi sem dúvidas um abrir de olhos para todas nós que buscamos a santificação.

    19 de outubro de 2016 @ 18:16
    • Emanuelle Sales

      Que maravilha, querida! Essa rapaz nem imagina quantas pessoas influenciou ao escrever isso =)

      20 de outubro de 2016 @ 13:36
  9. Vanessa Brito

    Multiplica Senhor para todos os homens a vontade que esse rapaz tem de querer ser puro!!
    Mudei radicalmente meu guarda roupa desde que vi a palestra da Manu em Porto Nacional, e até hoje quando me olho no espelho com uma saia midi e uma blusa que não marca nada fico pensando, se mesmo vestida assim posso ser usada por Satanás para ser pedra de tropeço. Deus dê juízo e empatia para á mim e nossas irmãs que confundem o olhar de nossos amados irmãos!

    20 de outubro de 2016 @ 11:02
    • Emanuelle Sales

      Vanessa, que coisa linda sua decisão! Não é fácil, mas no Céu saberemos como pequenas mudanças revolucionaram a vida de quem nos cerca. Que Deus te ajude nessa decisão. Beijos pra vc e pra todas as mulheres de Porto Nacional =)

      20 de outubro de 2016 @ 13:35
  10. Diene

    Mesmo lendo esse texto com a cabeça livre de preconceitos, a única coisa que absorvi é o rapaz girando o mundo em volta dele e dos outros homens.
    Eu creio sim, que nós, mulheres e HOMENS, devemos ter comportamentos (não apenas a vestimenta) modesta e simples, ponto. A Bíblia e o EP diz assim, e nos dá muitos argumentos, além do antiguado “tentação para os homens”. Cristo foi assim. Sua família, seus discípulos foram assim. Não devemos investir nosso tempo e recursos excessivamente em nossa aparência, simples assim. Agora, colocar nas mulheres a culpa de homens que não cuidam da sua mente pecarem, acho completamente anticristão. No texto, o rapaz tem a audácia de dizer que mulheres que se vestem imodestamente ele não consegue ver com os mesmos olhos, não consegue manter a mesma amizade.. Será que essa seria a atitude de Cristo? Com o que esse rapaz e vários outros em nossa igreja, nem tão rapazes assim, estão alimentando sua mente? Que tipo de material estão consumindo para não poderem ver uma mulher com uma parte do corpo mais exposta que já caem em tentação?
    Repito, não sou a favor de NINGUÉM usar roupas depravadas, quanto mais na igreja, acho uma falta de respeito sim! Mas acho que o “problema” da luxúria vai muito além do vestuário da mulher, que tanto insistem em bater nessa tecla!!
    Até quando isso será pregado e perpetuado entre nós, cristãos?
    Até quando apenas uma parte da história levará a “culpa”?
    Perdoe-me, mas não consegui ver nesse texto, alguém livre do machismo, pelo contrário. O que vejo cada vez mais, é a falta de cuidado de TODOS de alimentarem suas mentes com o que é puro, e assim, conseguir ser um pouquinho próximo de Cristo.

    20 de outubro de 2016 @ 11:32
    • Emanuelle Sales

      Oi, querida, obrigada pelo comentário bem pertinente. Como qualquer declaração no mundo, o texto do rapaz está sujeito a ser interpretado de formas diferentes. Fiquei feliz em ver que várias meninas conseguiram entender um pouco desta vertente de modéstia (que como vc disse, obviamente não se trata só do vestuário ou só da mulher). O blog já tratou de dezenas de assuntos sobre modéstia feminina e masculina. Este é apenas mais um ponto que merece nossa atenção — inclusive os homens devem fazer o mesmo, pois muitos estão apegados à vaidade (como a física, de posse e intelectual). Gostei de uma colocação que a apresentadora da TV Novo Tempo Marleide Alves fez comparando nossas atitudes com a de Caim. Quando Deus perguntou de Abel, ele respondeu: “sou eu, porventura, guardador do meu irmão?”. Sim, nós somos. Um ajuda o outro, assim como um pode ser uma parte de sua queda. Todo cuidado é pouco, né? Beijinhos

      20 de outubro de 2016 @ 13:34
      • Thiago Coutinho

        Tenho 19 anos li todo o texto e concordo absolutamente com esse post, porque essa também é minha maior luta, eu entendo na minha pele exatamente cada palavra que o autor escreveu. E não venham me falar que eu não busco comunhão com Deus ou autocontrole porque busco, mas o maior problema hoje em dia que percebo é a hipervalorização do corpo da mulher, e por isso conhecemos incontáveis problemas tanto da autoimagem da mulher, quanto a visão do homem para com as mulheres por causa da maneira como se vestem. Mulheres precisam de atenção, porém a forma como ela se veste pode sim prejudicar a COMUNHÃO dos irmãos que estão lutando contra essa tentação. A tentação não é exclusiva dos homens, porém a maioria dos homens é visual sim, e ninguém vai mudar isso porque Deus criou homens e mulheres com características diferentes (AMÉM POR ISSO!!!), então a modéstia e o bom senso são chaves para se vestir com decência.

        26 de dezembro de 2016 @ 13:18
    • Thiago

      A UM PECADO NA IGREJA CHAMADO “DEVASSO”:

      CRISTÕES QUE TEM COSTUMES CONTRARIO A PALAVRA DE DEUS.

      Pessoas que ainda não VISAM, a VONTADE de DEUS e nem o BUSCAM. Pessoas que vive do ACHO ISSO, ACHO AQUILO, e ainda não COMPREENDEU que TUDO VISA O RESPEITO E AMOR ao teu PRÓXIMO. E SEU CRESCIMENTO ESPIRITUAL POR MEIO DA MATURIDADE.

      POIS TUDO VISA O AMOR AO PRÓXIMO.

      SE EU ME VISTO DE FORMA MUNDANA, EU TRAGO A VISÃO EGOCENTRICA, SENSUALISTA, MODISTA E AINDA POR CIMA NÃO AGRADO A DEUS.

      POIS, SE POR CAUSA DE PARTES DA MINHA NUDEZ MEU IRMÃO É TENTADO, EU PASSO A TER CULPA NESSE PECADO.

      ESSA TENTAÇÃO CORPORAL PODE DIMINUIR, SE AS PESSOAS SE PREOCUPAREM COM O VALOR DO SEU PROXIMO AOS OLHOS DE DEUS.

      POIS O QUE FAZ TEU IRMÃO, FAZ A DEUS.
      FAÇAIS AOS HOMENS O QUE GOSTARIA QUE FIZESSE POR VOCÊ…ISSO É O MAOIR CUMPRIMENTO NO CÉU. E O MAS PROFUNDO, TUDO, TUDO, TUDO GIRA EM TORNO DISTO.

      SAIBA DIFERENCIAR AS VESTIMENTAS CRISTÃ E AS DE COSTUMES MUNDANOS que refletem, egoísmo e disamor.

      Reflita sobre essas PALAVRAS:

      E o *mesmo Deus* de paz vos *santifique* em *tudo*; e *TODO* o seu *espírito*, e *alma*, e *corpo*, sejam *PLENAMENTE CONSERVADOS IRREPREENSÍVEIS* para a vinda de nosso *Senhor Jesus Cristo*. (1Tess:5.23).

      Obs: _*Quando disse; o mesmo Deus de Paz vos SANTIFIQUE em TUDO, e em “TODO”:*_

      *ESPIRITO*: Aperfeiçoa-lo em TODO seu Poder, por meio da pratica constante a palavra *(Mateus:4.4/Efésios:5.13)…*

      *ALMA:* Fortificar suas emoções por meio das Provações *(1 Pedro:4.13/ 1 Pedro: 5.10/ 2Cor:12.9-10/ Ro:8.28)…*

      *CORPO*: Santificar o Corpo, é não cometer pecado de prostituição tanto do interior, quanto do exterior do Corpo, que são costumes e desejos mundanos. Pois o que não GLORIFICA e agrada a Deus, glórifica e agrada ao diabo, pois são VAIDADES, de sensualidade, lacivia, luxuria, Avarezas, e etc.. MUNDANAS *(1Cor: 6.18,20/ 1Pedro: 3.3/ Efe:4.17/ Tiago:1.14)…*

      APRENDAM: *o que não agrada a Deus, agrada ao homem, e o que agrada ao homem e não a Deus, agrada ao Desejo da Carne e aos espíritos , segundo, a areas de seu desejo MUNDANO (tiago:1.14).* amém, amém e amém

      16 de maio de 2017 @ 18:18
  11. Keila

    Nossa!! Cadê os emojis das palminhas hehehe, como é difícil até mesmo dentro da igreja algumas pessoas entenderem isso. Muito bom, e agradecida por pessoas como vocês que entendem a palavra de Deus ao mesmo tempo entendendo o quão grande é o desafio de servir.
    PS: blog bombando hein, to amando esses assuntos, manda mais ^^ beijão

    21 de outubro de 2016 @ 0:52
    • Emanuelle Sales

      Haha vc viu só quanto assunto polêmico nesses dias? Mas não podemos fugir de assuntos assim, né? Beijos e feliz sábado

      21 de outubro de 2016 @ 13:46
  12. Lilian

    Que relato inspirador! Eu já parei pra conversar com alguns rapazes da igreja e sempre ficava muito irritada pq eles queriam uma Ellen White no corpo da Gisele Bündchen, sim, isso mesmo que eu ouvi deles, e ainda debochavam que na igreja isso era quase impossível. Desde então essa era minha visão dos rapazes, eu pensava que eram todos iguais, mas que bom que hj eu entendi que existem rapazes que querem se manter puros na casa de Deus, não ta tudo perdido ainda existem pessoas sinceras de coração! E agora estou mais atenta!

    21 de outubro de 2016 @ 1:03
    • Emanuelle Sales

      Sim, lindona, ainda existem homens do bem, homens puros (graças a Deus). Não são a maioria, mas muitos estão numa luta constante pra serem melhores =)

      21 de outubro de 2016 @ 13:47
  13. Lucymar pereira

    O texto é muito legal e nos ensina muitas coisas que nos passa desapecebida .Ainda bem que existe o espirito santo para usar pessoas para nos mostrar a realidade..

    21 de outubro de 2016 @ 23:47
  14. Nathalia

    Olá, Emanuelle!

    Gostaria de pedir licença para colocar um outro ponto de vista sobre esse relato. Se nós exagerarmos um pouco os estereótipos do feminino e do masculino que foram criados, eu teria, basicamente, as mulheres, seres vaidosos que se preocupam constantemente com a aprovacão masculina e vivem em função dela, e os homens, seres animalescos que não controlam seus desejos. Dessa forma, como o homem é uma criatura incontrolável, é preciso criar regras para que ele nao sinta desejos, que vao ao absurdo de uma menina usar uma bolsa transversal! Nao é difícil pensar no extremo desse pensamento, como os países muçulmanos que exigem que as mulheres usem a burca. A lógica é a mesma, só muda o grau. Por isso, discordo de você sobre o texto não ser machista, é machista sim. É preciso mudar essa mentalidade que os homens têm desejos e a culpa é das mulheres. O ser humano tem desejos, as mulheres têm desejos. A questão é que, culturalmente, é ensinado ao homem que a culpa do desejo dele é do outro, enquanto a mulher não têm desejos ou deve obrigatoriamente reprimi-los. Acho bem perigoso esse tipo de pensamento porque não se trata de modéstia cristã, e sim de reforço cultural. É importante ensinar os meninos a lidar com seus desejos, isso resolveria grande parte do problema.

    22 de outubro de 2016 @ 15:27
  15. Daniela

    Bem, ele deu a opinião dele neh.. Mas ele tem que saber que ninguém ira ajuda -lo a vencer suas tentações, somente Deus. E as mulheres não tem culpa dele ter uma sexualidade à flor da pele. Aprenda a conviver com mulheres com roupas curtas, pois o mundo está cheio disso. As mulheres da igreja, no mais, devem se vestir modestamente para agradar a Deus, e nao pq algum rapaz pode ficar ouriçado com suas roupas. Tem aqueles que se atraem.justamente pelo que esta coberto, e ai?? Ficaremos reféns de pensamentos que tentem prever o que vai fazer esse ou aquele sentir-se tentado?? Me poupe, se poupe, nos poupe!!!!

    22 de outubro de 2016 @ 16:52
    • Emanuelle Sales

      Estava lendo seu comentário achando bem válido pra complementar o post, achando suas palavras inteligentes. Pena que vc finalizou com um “Me poupe, se poupe, nos poupe”…

      23 de outubro de 2016 @ 1:01
  16. rosely

    a questão do sexual me chamou mais a atenção e acabei fazendo o comentário anterior… mas acabei não falando do vestuário feminino…: “Porém, eu tenho que confessar que até na igreja pode haver várias minas espalhadas.” vc escreveu “minas” no sentido de meninas, né…? como assim minas, emanuelle…?!! vc faz a vida desse rapaz parecer uma tortura além da conta… tipo, jogo de videogame!!!: “Porém, o campus é um campo minado carregado. Há moças em todos os lugares, e com certeza eu passarei por moças atraentes enquanto eu caminho entre as classes.”… parece que ele tá lá jogando videogame e tentando passar de fase… foi vc mesma que escreveu esse texto…? “O que as mulheres parecem não entender completamente é que a luxúria é uma tentação constante. É ininterrupta. É agressiva. E ela faz tudo que pode para conduzir os homens até a morte.” somos as aranhas viúvas-negras…??? “Às vezes quando eu vejo uma moça vestida provocantemente, eu digo a mim mesmo, “Ela provavelmente nem mesmo sabe que 101 homens vão devorá-la em suas mentes hoje.” pelo amor de Deus, emanuelle!!!! “Quando amigas minhas se vestem sem modéstia, isso definitivamente tem um efeito negativo na nossa amizade. Quando ela se veste imodestamente, torna-se difícil vê-la como uma irmã em Cristo.” o vestuário atrapalha a amizade…? atrapalha o amor cristão…? então esse rapaz nem é cristão… Conclusão: Esse texto, além de ser caricato, absurdo, irreal, faz parecer com que nós mulheres, somos o próprio diabo!!! faz principalmente com que o sexo masculino jogue a culpa inteiramente nas mulheres por suas próprias mentes safadas!!! e as mulheres de burca, que são violentadas??!! são culpadas por suas vestes??!! emanuelle, ACORDA!!!

    23 de outubro de 2016 @ 0:43
    • Emanuelle Sales

      O texto não é meu, e está especificado isso na matéria

      23 de outubro de 2016 @ 0:57
  17. Taísa

    Emanuelle, com todo respeito, o rapaz retratado no sei texto está nitidamente passando por problemas sérios. Problemas psicológicos que necessitam de atenção profissional. Temo que a sua intensão tenha sido naturalizar o comportamento desse tipo de rapaz e condenar o comportamento das mulheres que estão próximas a eles. Um homem assim não me incita raiva e nem pena, mas medo. Elw claramente representa perigo às mulheres e meninas e, por enquanto, ele se segura por conta doa freios que a religião impõe, mas e se um dia a religião não for capaz de freiar esse rapaz? O relato é tão caricato que ate achei que fosse um conto e não um relato real. Manu, pense que nós mulheres não somos aobrigadas a aceitar a sexualizacao constante do nosso corpo pelos homens e muito menos aceitar conviver com homens doentes como este do seu texto.
    Espero não ter sido grosseira, mas é que me choquei muito mesmo com o texto.
    Abraço!

    23 de outubro de 2016 @ 18:08
    • Emanuelle Sales

      Não foi grosseira não, querida. Entendi oq quis dizer =) Jamais devemos aceitar a sexualização do nosso corpo e muito menos conviver com homens sexualmente doentes. Mas tem não devemos ignorar que podemos poupar certas tentações a eles, assim como eles podem e DEVEM nos poupar de muitas coisas. A decência é um princípio bíblico.”Da mesma forma quero que as mulheres se vistam modestamente, com decência e discrição” (I Timóteo 2:9). Por que Deus pediu isso? Provavelmente por muitas razões além do desejo masculino. Mas Ele pediu — assim como pediu muitas coisas específicas para os homens, como amar e proteger a mulher, assim como Ele amou e protegeu a Igreja.

      24 de outubro de 2016 @ 15:39
  18. rosely

    emanuelle, queria pedir desculpas porque talvez eu tenha detonado demais no coment anterior.. sério, peço desculpas… imagino que você realmente se preocupe com o tema do blog… só que o texto parece totalmente irreal… no entanto, espero que Deus a dirija de maneira a não fazer com que as mulheres da igreja, principalmente as mais novas, que não têm experiência, acabem seguindo o caminho do machismo e achando que a mulher é culpada pelos pecados que são estritamente dos homens… é óbvio que uma mulher cristã deve se vestir de maneira a honrar a Deus e refletir o Seu caráter… mas peço que você tenha bom senso… a palavra é essa… esse texto está longe disso… acho que os comentários da Diene e da Nathalia, refletem bem o que penso… principalmente as reflexões da Diene… então, espero que me desculpe pelas palavras…

    23 de outubro de 2016 @ 18:18
  19. Daniela

    Flor, o meu “me poupe, se poupe e nos poupe” é uma expressão local que tem sido muito usada ultimamente. Se te ofendeu, perdão, nao era o objetivo, mas realmente o texto do rapaz é desagradável. E realmente merecemos nos poupar disso. E creio que o comentário nao ficou menos inteligente ou pertinente pq conclui com uma reprovação, neh?! Mas acho valida a discussão e sua interação dentro do contexto. Abraços.

    23 de outubro de 2016 @ 18:57
  20. Larissa Jansson

    O texto acima é extremamente infeliz. Entendo perfeitamente que decência e modéstia são valores que jamais saem de moda, não apenas na igreja aos sábados, mas no cotidiano também. Isso é indiscutível. Mas nessas linhas acima fica nítida a tentativa de quem o escreveu de empurrar para terceiros (no caso para as mulheres) a culpa por suas más tendências e dificuldades de lidar com elas.

    Gente, o que é isso? Um texto caricato, exagerado, febril, dramático. Lê-se nas entrelinhas que quem o concebeu quem sabe até sofra de alguma patologia mental e precise urgentemente de ajuda. Alguém com essas traços obsessivos, compulsivos (que são vistos pelo tom exagerado e vitimizado em certos trechos) não deveria buscar alguma ajuda profissional? Tentar, com a ajuda de um profissional sério descobrir que talvez o problema não seja tanto as mulheres à volta dele, mas ele mesmo? Quem sabe seja este o caso.

    Ambientes exageradamente repressores como muitas igrejas acabam gerando indivíduos com sérias problemas mentais. Talvez seria bom procurar ajuda. Claro que são necessários limites, mas o problema são os excessos, tanto de repressão (como penso ser o caso aqui) como de liberdade. É necessário equilíbrio.

    E assim como outras pessoas já comentaram aqui me preocupa demais saber que muitas mulheres leiam este texto (que também é bem machista) e sintam-se culpadas por coisas que não têm absolutamente nenhuma culpa: Más tendências e comportamentos reprováveis de muitos homens que, em vez de fazerem um profundo e honesto exame de consciência e reforma de hábitos e comportamentos com ajuda de Cristo, tentam justificar condutas injustificáveis culpabilizando mulheres que muitas vezes nada têm a ver com isso.

    Triste e preocupante ver tal conteúdo neste e em tantos outros blogs cristãos. Triste mesmo.

    23 de outubro de 2016 @ 21:50
  21. rosely

    palmas, Larissa Jansson!!!

    23 de outubro de 2016 @ 21:56
  22. Daniella

    Perfeito, Larissa

    24 de outubro de 2016 @ 0:49
  23. Sarah Jennings

    Eu concordo que Deus requer de nós um vestuário que agrade a Ele, unicamente a Ele, homem sempre com essa mania de achar que tudo é em função deles. Esse rapaz, se é que esse relato é real precisa de psicoterapia e precisa orar mais e estar em comunhão com Deus, porque esse pensamento dele é o mesmo dos homens que estupram e colocam a culpa na roupa da mulher

    24 de outubro de 2016 @ 9:05
  24. Yria

    Lembra o catolicismo medieval q culpava a mulher “pelos pecados sexuais dos homens” e outra… demonizar tanto assim o desejo sexual, q é algo natural, pode acabar gerando distúrbios nas pessoas. Talvez a própria repressão sexual pregada pela igreja pode favorecer desequilíbrios relacionados a desejo . E outra… esse texto acaba objetificando a mulher tb pq reduz o nosso corpo como sendo meramente sexual. Resumindo: se eu tenho desejo por vc, vc tem q se cobrir toda a ponto de nem poder usar a alça da bolsa de forma confortável (como ele cita no texto)

    24 de outubro de 2016 @ 12:23
    • Emanuelle Sales

      A decência é um princípio bíblico, querida. “Da mesma forma quero que as mulheres se vistam modestamente, com decência e discrição” (I Timóteo 2:9). Por que Deus pediu isso? Provavelmente por muitas razões além do desejo masculino. Mas Ele pediu — assim como pediu muitas coisas específicas para os homens, como amar e proteger a mulher, assim como Ele amou e protegeu a Igreja. O blog preza por princípios, e jamais por regras. Nosso projeto promove o amor-próprio, autoestima e cristianismo, e vemos estes frutos todos os dias =)

      24 de outubro de 2016 @ 15:37
  25. Rafael Jacy Nunes

    O texto acima, do C. J. Mahoney é no mínimo preocupante. Já tive contato com esse livro, bem como outros que tratam do mesmo assunto, e posso dizer que este texto e o livro de maneira geral é profundamente infeliz.

    Tentativas de se colocar sobre as mulheres, seja parcial ou total, responsabilidade sobre os pecados sexuais do homem, como se os homens fossem meros bobões caçadores de rabos-de-saia alheios, é até antibíblico. Admira-me profundamente, que mulheres pensem deste jeito, e que homens se rabaixem a esse status.

    Eu fico com Jó, homem íntegro, reto, que seesviava do mal: “Fiz aliança com meus olhos, como pois eu os fixaria numa dozela?” Jó 31:1. Quando nós homens, fazemos aliança com Deus, não tem decote ou sainha curta que possa quebrar isso. Quando caímos, nós somos responsáveis. Tiago 1:14,15 diz: “Cada um, porém, é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência;
    então a concupiscência, havendo concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.”

    Cuidado com o que temos pregado por aí.

    24 de outubro de 2016 @ 14:21
  26. Rafael Jacy Nunes

    Se vocês desejarem ler algo bom sobre este assunto, recomendo o livro “A batalha de todo homem” de Steve Arterburn, da Editora Mundo Cristão. Livro ótimo mesmo. Vale a pena. Entre os capítulos, tem uma parte que chama “o coração de uma mulher”, direcionado as mulheres. Muito legal, profundo. Tem também o livro ” A batalha de toda mulher” escrito pela esposa de Steve, da means editora. Abraço!

    24 de outubro de 2016 @ 14:28
    • Emanuelle Sales

      Fiquei interessada em ler esse livro =)

      24 de outubro de 2016 @ 15:37
  27. Daisy

    Na boa, ceder espaço para este tipo de “desabafo” é um desserviço à luta contra o abuso sofrido pelas mulheres. Culpar as mulheres pelo “incontrolável desejo sexual” de certos homens valida tais abusos. E valida mesmo. Não se pode culpar as mulheres por isso, já que com burca, sem burca, com roupa ou nua, havemos de encontrar homens que se dirão incontroláveis, legitimando abusos. E isso é um perigo. E é um perigo quando, na igreja, pessoas fortalecem os tais argumentos em vez de lutar contra eles.

    Temos, as mulheres, consciência dos princípios bíblicos e cristãos. E os homens também deveriam tê-lo. Deus tem, inclusive, sugestões para lidar com a falta de controle com o pecado: pode-se lançar fora o olho, por exemplo. 😉

    Em uma de suas respostas, você argumentou que devemos guardar nossos irmãos (referindo-se à frase de Caim). Sim, devemos. Mas não se deveria guardar os homens, desguardando as mulheres (por isso, este desabafo desse rapaz é machista e incita ao abuso!). Dever-se-ia, ao contrário, dizer aos homens que eles têm uma tarefa: segurar seu… desejo. Aliás, disse o Dr. Belisário em um daquele programa “Sem Tabus” sobre abuso (se quiser mando o link): pensar e sentir (e taí o desejo sexual) não é pecado. O pecado é a ação gerada a partir destes sentimentos. O pecado é a ação. E toda ação é uma escolha. Precisamos, por isso dizer aos meninos e aos homens que façam melhor suas escolhas, caso contrário, achando que seus pensamentos e desejos legitimam suas ações, os homens se sentirão isentos (e inocentes, como se diz esse rapaz), e nós, mulheres, continuaremos vítimas de abusos de toda espécie. E continuaremos encontrando mulheres que acham que a culpa é delas só porque são mulheres.

    Tá na hora da igreja parar de encobrir isso. E parar de colocar os meninos doidos com seus desejos. E dizer a eles que parem de achar que tudo podem pra cima (às vezes, literalmente) das mulheres!

    24 de outubro de 2016 @ 14:35
    • Emanuelle Sales

      A decência é um princípio bíblico, querida. “Da mesma forma quero que as mulheres se vistam modestamente, com decência e discrição” (I Timóteo 2:9). Por que Deus pediu isso? Provavelmente por muitas razões além do desejo masculino. Mas Ele pediu — assim como pediu muitas coisas específicas para os homens, como amar e proteger a mulher, assim como Ele amou e protegeu a Igreja. O blog preza por princípios, e jamais por regras. Nosso projeto promove o amor-próprio, autoestima e cristianismo, e vemos estes frutos todos os dias =) E vc está certíssima ao dizer que os homens devem se atentar ao controle de suas emoções, principalmente as sexuais. E Deus leva isso muuuuito a sério tbm. Beijinhos

      24 de outubro de 2016 @ 15:36
      • Daisy

        Emanuelle, eu não disse que os homens têm que controlar suas emoções sexuais. Leia de novo o que eu disse. Eu disse que eles têm que controlar as suas AÇÕES. Todos têm desejos sexuais. Então, deixe o rapaz sentir. Inclusive, se ele não sentir, é bom que se procure ajuda.

        Outra questão: a decência, a discrição são princípios bíblicos, mas a sua conceptualização é cultural. Na nossa sociedade, quem define a decência? E se a mulher estiver vestida com tal decência, pararão os homens de escrever desabafos? E, se os homens que precisam de tais desabafos visitarem outras culturas cuja definição de decência é outra, o que farão? Imagino que haverá uma quantidade incontável de pecados luxuriosos…

        Por favor, não coloque as mulheres nesta situação. Não use a Bíblia para defender homens que precisam de desabafos como esse. Use-a, ao contrário, para mostrar a eles que, por meio de Jesus, é que deixarão seus pecados, porque não há mulher alguma, independente da maneira como estiver vestida, que os livrarão de tais pensamentos.

        24 de outubro de 2016 @ 16:20
    • Luciana Mágulas

      Li seu comentário e até considero, em alguns momentos, correto. Porém, essa conversa que o pensar e sentir não é pecado, é TOTALMENTE antibíblico!!! Não importa quem o disse. O próprio Jesus (nosso maior exemplo e inspiração), em Mt 5:28 “Qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela”. Ou seja, o pensar e sentir (como você disse: ‘esta aí o desejo sexual) são pecados. Claro que nós não somos culpadas. Em contrapartida, podemos ajudar, ou melhor, facilitar a vida dos homens.
      Falar disso para uma pessoa que não conhece a Cristo soa como uma ofensa às mulheres, machismo. Porém, para quem conhece os princípios de Cristo se torna mais fácil. Em Mt 18:7, deixa bem claro o quanto devemos tomar cuidado com as nossas ações, comportamento. Para mulheres cristãs, isso inclui também suas vestimentas. Já que, um de nossos princípios é a modéstia. Como podemos professar um coisa e proceder de outra forma?! “Falai de tal maneira e de tal maneira procedei… ” (Tg 2:12)
      Temos que nos conscientizar. Não tanto por eles, mas por nós. Não com medo de violência sexual, assédio… Mas por Deus. Tudo que fazemos deve ser para honra e glória, unicamente, dEle.
      Se com uma roupa, comportamento, entre outras formas, eu sirvo de pedra de tropeço para meu irmão, então eu tenho que mudar. Eu tenho que fazer a vontade do Pai. Alcançar pessoas para Ele e não afastar dEle.
      Nós, cristãos, somos exemplos mesmo sem o querer.
      No início disse que concordava com você em algumas partes. Pois bem, concordo quando você aponta o homem como um ser livre para escolher. Eles escolhem agir dessa forma pecaminosa. Não são somente as mulheres que devem consagrar-se e procurar estar em harmônia com os princípios divinos, os homens também devem.
      Quando falei aqui de homens/mulheres e modéstia cristã, obviamente são verdades para homens e mulheres cristãos.
      Agora imaginem se um homem ‘cristão’ sente dificuldade de controlar os pensamentos diante de uma mulher imprudente…O quê passa na mente de um não-cristão?!

      27 de outubro de 2016 @ 9:28
  28. Rafael Jacy Nunes

    O texto acima, do C. J. Mahoney é no mínimo preocupante. Já tive contato com esse livro, bem como outros que tratam do mesmo assunto, e posso dizer que este texto e o livro de maneira geral é profundamente infeliz.

    Tentativas de se colocar sobre as mulheres, seja parcial ou total, responsabilidade sobre os pecados sexuais do homem, como se os homens fossem meros bobões caçadores de rabos-de-saia alheios, é até antibíblico. Admira-me profundamente, que mulheres pensem deste jeito, e que homens se rabaixem a esse status.

    Eu fico com Jó, homem íntegro, reto, que seesviava do mal: “Fiz aliança com meus olhos, como pois eu os fixaria numa dozela?” Jó 31:1. Quando nós homens, fazemos aliança com Deus, não tem decote ou sainha curta que possa quebrar isso. Quando caímos, nós somos responsáveis. Tiago 1:14,15 diz: “Cada um, porém, é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência;
    então a concupiscência, havendo concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.”

    Cuidado com o que temos pregado por aí.

    24 de outubro de 2016 @ 14:50
  29. Carla Moraes

    A mídia é a grande culpada na minha opinião. Vejam as mulheres nas revistas femininas, na TV, as modelos… as mulheres só vão querer imitar.

    25 de outubro de 2016 @ 11:30
  30. Taina

    Acho uma irresponsabilidade postar esse texto sem considerar os impactos nas meninas. É novamente a demonização do corpo feminino, imagina as adolescentes ainda construindo a imagem do próprio corpo lendo esse texto e associando seu corpo com pecado, com coisas negativas, como objeto da vontade masculina. É assim que as meninas aprendem que seu comportamento deve ser guiado pela vontade masculina e nao pela própria vontade. Absurdo!

    25 de outubro de 2016 @ 23:53
    • Emanuelle Sales

      Oi, Taina, aqui é um blog que preza os princípios bíblicos (não vontades de nenhum ser humano). A decência e modéstia é algo que Deus pede para HOMENS e MULHERES. Nas minhas palestras sempre falo para o público masculino também =) Nosso corpo jamais pode ser demonizado, mas sim tratado como preciosidade, somos filhos de um Rei. A exposição excessiva, em qualquer área da vida, não é a melhor opção (especialistas em imagem e elegância dizem isso em diversos livros, inclusive a consultora de imagem Glória Kalil e a famosa estilista Coco Chanel). Beijos

      26 de outubro de 2016 @ 13:14
  31. Ana

    Poxa, bolsa transversal?! Era minha preferida, por não ficar caindo e ser mais fácil de “proteger”. Ainda bem que ele não citou nada sobre cintos marcando a cintura. rs

    A modéstia deve fazer parte da vestimenta cristã, não só nos moldes, mas nas cores. É coerente ajudar uns aos outros e a saia com certeza deve ser prioridade no diferencial da moda feminina e deve ser mais valorizada até mesmo nessa função de descrição.

    Agora, as lutas existem e independem das atitudes mundanas. Eu tenho pena desse moço e ao mesmo tempo é nítido a consciência do seu pecado (que nem sempre temos) e isso é um passo adiante rumo a consagração.

    Não acredito que todos os homens pensem exatamente como esse jovem. Mas obviamente com predisposição maior a esse tipo de conduta. Se acreditássemos que todos os homens pensam assim, onde ficaria o respeito pelos nossos pais, maridos, etc?!

    Uma coisa não justifica outra coisa. Até mesmo porque uma mulher sexualmente vestida não causa incomodo somente nos homens mas uma agressividade visual até mesmo para outras mulheres que não compartilham desse mesmo comportamento, de forma diferenciada, mas tão incomoda quanto.

    Pra mim vestir-se adequadamente é um respeito a família, a minha própria família. Sem citar o respeito a si próprio que não é o exibir, pelo contrário, é o preservar.

    E é importante a gente entender que a vida é feita em fases e o que parece super interessante hoje, pode se tornar um arrependimento amargo amanhã.

    Então vamos de clichê “por que trocar o certo pelo duvidoso?!”

    Já li sobre atrizes que posaram nuas em determinado período da vida e quando se tornaram mães se arrependeram profundamente. Qual será o porquê?!

    Talvez não pareça um “nu” hoje usar roupas que exibam o corpo, mas será que amanhã numa nova fase numa nova posição como de filha para mãe por exemplo, os conceitos não serão outros e o arrependimento grande?

    Tudo o que é feito hoje deve ser refletido nas consequências do amanhã, que nem sempre serão só de fora para dentro.

    Somos seres pensantes, a bíblia fala, Manu aconselha. Mas cabe a cada um parar e olhar pra dentro de si e buscar entender o que será melhor pra sua própria vida.

    As vezes a gente expressa opiniões e as pessoas tomam por imposição e travam uma luta externa equivocada. Quando a verdadeira batalha é sempre dentro da gente pelo nosso bem estar e felicidade que é a busca de todo mundo.

    E no fundo, no fundo, todos já sabemos qual a melhor escolha. Não a mais conveniente, a mais inteligente.

    1 de novembro de 2016 @ 14:18
  32. Keyla Kéruly

    Genteee que textooo maravilhoso! Seria tão boom se todos/todas pudessem ler, uma pena terem tanta preguiça de ler coisas que edificam. Se já me policiava muito com relação ao vestuário, agora então. Deus seja engrandecido através da nossa vida ♥

    1 de novembro de 2016 @ 17:33
  33. Lucas C.

    Olá meninas… Eu estou até desconfortável pelos comentários que vces produziram… Quer dizer que ele escrever sobre a sua realidade é grotesco e maxista? Vou lhes dizer com todas as palavras, este rapaz não escreveu nem 10% da realidade que ele passa! Qualquer um que vive neste mundo, se escancarar a consciência para os que o cercam, envergonharia até os mais mundanos… Pra que tanta hipocrisia meninas? Estou aprendendo dia a dia a não julgar, a ver a realidade dos outros como mais importante do que a minha, a me calar e acreditar na batalha individual de cada um(vocês não estão estudando a escola sabatina? O livro de Jó não? rs)
    E não venham me dizer que eu também sou mais um depravado! Sou diretor jovem, diretor dos diáconos da minha igreja, casado e muito fiel, além de ser muito dedicado a Deus e ao estudo, mesmo assim minha realidade é esta, e eu sei o que falo porque converso com jovens todos os dias, sobre o assunto. Eles tem as mesmas lutas, cada um a sua.
    Se coloquem diante da realidade, e vistam os óculos de nossos profetas bíblicos. Sejam realistas e imaginem qual seria a opinião de Paulo, de Isaías, de Daniel,o u mesmo de Ellen White, sobre o depoimento do menino, ou dos nossos comentarios…
    Acho que eles pegariam mais pesado… Você teria coragem de os chamar de machista?
    Então vamos absorver o que é para edificação, e parar de jogar pedras… Se não serviu para vce, que bom. Ore para os que tem mais dificuldade…
    Ser um só corpo com Cristo é se compadecer com as dificuldades do próximo, sem julgar se é de verdade ou não a sua luta, este papel não é seu, é de Deus.
    Obrigado Emanuelle,

    1 de novembro de 2016 @ 20:54
    • Emanuelle Sales

      Comentário muito produtivo e sincero, Lucas. Com certeza foi útil por aqui!

      1 de novembro de 2016 @ 22:24
    • Ana Claudia

      Você está mais que certo Lucas.. É bem isso!!
      Precisamos de fato nos colocar no lugar dos outros.. A luta não é fácil pra ninguém e nós devemos ajudar nossos irmãos e irmãs nesta batalha. Vale a pena se por no lugar dos que estão sofrendo, para tentar ajudá-los… (Acredito que se os amigos de Jó tivessem feito isso – pôr-se em lugar dele – teriam amenizado um pouco da dor que ele estava sentindo, e não piorado a situação)
      Devemos “levar as cargas uns dos outros, cumprindo assim a lei de Cristo” Gálatas 6:2

      2 de novembro de 2016 @ 12:32
  34. André

    Olá bom dia amigas e amigos !!!
    Eu quero té diz mulher, Anti de você sair da sua casa pra ir pra igreja qual é a sua primeira luta? Da porta da sua casa?
    (Obs)
    Um homem ele já sair de casa lutando pra desviar seus pés do mal mais pensa numa luta inteça que lá ele vai ver várias mulheres vertida de vários modelos tipo sair bem mais bem curtas chortes mostrado a poupa do bumbum eTc…
    Mais aí não para purair não colocar no nosso lugar mulher com os seios bem a vista barriga toda a vista os chortes bem cutinhos. Esto você acha que é sexuali-mos ou não Sir coloca em nosso lugar por poucos segundos. Que vocês ver o quer que o homem passa todos os dias da tua vida quando ver esto na sua frente por a cada segundo entre 10 a 15 menenas si mostrando, esto não é valorização nunca neste mundo esto si chama desvalorização porque os homens que passa por ela vai pensa assim (e uma kenga , protituda etc… ).
    Uma mulher que si verti bem ela não precisa né ir abria a boca pra fala nada porque a suas vertimento já vai fala pra própria pessoa.
    Eu não sei o tanto que a mulher passar por dificuldades assim como o homem não mais a bíblia fala mais prós homem, e pedi pra mulher pra verte adequadamente.
    Eu agradeço a todas as mulheres que Sir verte adequadamente por mi ajuda e pelos meus irmão que passa pela mesma necessidade que eu e esti jovem que escreveu esti livro que ele expôs apenas 2 ou 3% doque ele sir passa comosco

    2 de novembro de 2016 @ 9:32
  35. Lucas Dias

    Concordando completamente com meu amigo e xará (rs) Lucas!

    Assim como ele, também sou líder dos jovens aqui da minha igreja, sou noivo e fui criado desde de pequeno por minha mãe e duas irmãs. Aprendi a arrumar a casa sozinho, aprendi a respeitar as mulheres, a fazer minha própria comida e também sempre que precisava fui cavalheiro com qualquer pessoa. Brinquei de boneca para fazer o gosto de minhas irmãs e elas também jogavam bola comigo. Nunca dei palpite nas roupas que elas usavam e nunca critiquei pelas escolhas que eu não concordava. Respeito as mulheres e acredito que elas possuem os mesmos valores para Deus, assim como eu possuo, um amigo homossexual possui, um terrorista ou ateu.
    O único problema das pessoas que defendem certos movimentos e ideologias atuais, é que querem simplesmente querem impor seus pensamentos e generalizar as pessoas por pensarem diferente delas. O fato de eu concordar com um desabafo de um colega me colocaria como machista? Será que todos os homens que sofrem assim como este amigo devem ser taxados de machistas ou algo do tipo tão superficial?
    Estudo em uma universidade secularizada e confesso que estou cansado de simplesmente ter que “engolir goela a baixo” pensamentos assim como de algumas irmãs se expressaram acima. Será que todas as mulheres devem ser feministas e todos os homens são machistas? Eu sei que não necessariamente seja este o caminho do post, mas queria levá-los a uma linha de raciocínio lógico:
    Julgamos todas as pessoas teoricamente “mundanas” por um milhão de argumentos, mas quando vamos para a igreja e observamos o comportamento das mesmos, encontramos semelhante modo de agir e pensar.
    As vezes, parece que as pessoas esquecem de nossa regra de fé (a bíblia) e partem para conclusões próprias sobre determinados assuntos.
    Antes de querer impor algo, esquadrinhe a si mesmo conforme o que diz as escrituras:
    “Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho, e então poderás ver com clareza para tirar o cisco do olho de teu irmão.” (Mateus 7:5)

    4 de novembro de 2016 @ 10:51
  36. Rafaell Rocha

    Olá. Sou um homem adventista, com anos de igreja. Penso o caminho não é bem por aí, pois se precisamos controlar as roupas das mulheres para o “descanso espiritual” de nós, homens, então teremos que começar a barrar as donzelas visitantes e/ou não adventistas, mandando elas voltarem pra casa e se trocarem. Aí não estaremos seguindo o conselho de Cristo: “Não são os saudáveis que precisam de médico, e sim os doentes”. Se eu, homem, não fizer minha parte, entregando minhas lutas sexuais APENAS para Cristo e, ao invés disso, transferir a responsabilidade para terceirAs, a Missão se enfraquece.

    Homens não são iguais! Alguns se sentem atraídos por seios, outros por glúteos, outros por barriga, outros por pescoço, enfim… o próprio autor da carta reconhece que as mulheres, às vezes, “não estão conscientes de que até mesmo as pequenas coisas podem distrair muito os homens – mostrar uma pequena parte da barriga, ou até mesmo usar uma bolsa que tem uma alça que fica entre os seios delas”.

    E então? As princesas do SENHOR terão que ficar tentando adivinhar o que se passa na cabeça de um homem pecador, ou, na dúvida, terão que se cobrirem como as mulheres do século 18, num dia ensolarado de 40 graus?

    “A questão do vestuário não tem de ser nossa verdade presente. Criar um caso a esse respeito agora, seria agradar ao inimigo. Ele se deleitaria em ver as mentes desviadas para qualquer assunto pelo qual pudesse criar divisão de sentimentos, e levar nosso povo à contenda. – ELLEN G. WHITE, Ms. 167, 1897, em Crede em seus Profetas, pág. 207.”

    11 de novembro de 2016 @ 14:44
  37. Fernanda Teixeira

    Gente eu estive lendo os comentários e fiquei triste e vou explicar pq. Diante de um desabafo desses as mulheres ao invés de querer mudar tentam desdobrar o assunto. Culpando o rapaz de seus pensamentos. Gente por favor nos que somos mulheres não podemos pensar que o homem pensa igual a gente. Pq nos nunca vamos entender essa batalha que eles enfrentam simplesmente pq nos somos mulheres entendeu? este rapaz merece o meu respeito. Quantos rapazes por aí devem sofrer da mesma forma que ele. Mais eu louvo a Deus pq eu não contribuo pra perdição dos meus irmãos. Devemos ter cuidado. É simples, na hora que vc for se vestir vc pode se perguntar, será que essa roupa vai mostrar a quem eu sirvo. Será que agrada a Deus? Se o seu consciente disser que não então troque e faça a mesma pergunta até a resposta ser um sim. Vista-se pra horra a Deus e lembre-se a quem muito se dar muito será cobrado.

    14 de novembro de 2016 @ 1:01
  38. Fernanda Teixeira

    Sem querer ofender ninguém. Cada um é livre pra se expressar. Mais gente vcs não acham que estão interpretando mal o texto? O rapaz só desabafou. Não é que isso vai mudar o modo de todo mundo se vestir. Mais ajuda muitas mulheres a entender o que elas podem estar causando em um homem. Ele foi sincero é uma pena que o espírito Santo não tenha incomodado algumas pessoas que leram. Mais pra mim foi muito útil. Deus abençoe a todos.

    14 de novembro de 2016 @ 1:10
  39. Cíntia

    A única coisa estranha foi ele ter falado sobre bolsas tiracolo. Elas são as melhores para usar em lugares perigosos junto com as abandonadas pochetes. :v

    21 de novembro de 2016 @ 12:52
  40. Doury araujo

    É bem interessante esse depoimento deste jovem ..na Biblia a relatos sobre uma mulher descuidada e ai deu no que Deus…é a historia de bateseba e Davi..eu sempre costumo pensar neste texto. Nele eu vejo o quanto uma mulher é causadora de desgraças se nao se portar com cuidado e decencia…temos que vijiar…

    1 de dezembro de 2016 @ 23:07
  41. Izabela Oliveria de

    Eu concordo plenamente com essa opinião … Pois pra falar a verdade nossos corpos são templos de Deus , e não podemos colocar coisas desturbadas que nos faça pecar e faça os outros pecarem … É se n é de Deus querido é de satanás, não há como servimos à dois senhores ! Lógico q tbm tenho minhas lutas, e pecados mas um pequeno ato de mudança ,melhora muito

    3 de dezembro de 2016 @ 5:17
  42. Lainy Anselmo

    Testemunho muuuito importante para nós, principalmente mulheres que infelizmente tem se declarado cristãs, mas suas vestes refletem a sensualidade do mundo. Vestir-se com modéstia não é um sacrifício para aquelas que amam a Deus, mas uma alegria em refletir a imagem e a santidade de Deus!

    Ótimo post!

    vozdonoivo.com

    14 de dezembro de 2016 @ 15:25
  43. Sâmila

    O interessante eh que criticaram tanto o rapaz. Mas e aí se não é pra chamar atenção, pq então a maioria das mulheres se vestem imodestiamente? Pra mostrar a outras mulheres? Pq então ao colocar uma roupa que tem um decote e uma que marca o bumbum, olham no espelho arrumam melhor os seios pra ficar mais Sexy?. O post está abordando a respeito da modéstia cristã em se vestir e não falando que eh ou não culpado pelos desejos sexuais. Claro que na cabeça do homem passam diversas coisas, e a maioria eh desejo sexual, pq eles são diferentes de nós. Amém por isso! Simplesmente ele desabafou. Se falássemos o que nós mulheres pensamos, eles levariam um susto, e iriam nos chamar de loucas, psicopatas, feministas e por aí vai. Devemos nos vestir bem, pq somos cristãos, filhos de Deus. Li nos comentários a respeito das pessoas que não são dá igreja que fazem uso de roupas que não tem modéstia, e que agora deveriam se vestir diferente ao ir na igreja? mas tenho amigas que não são de igreja e se vestem com modéstia mais do que muitas irmãzinhas por aí, e outras que qndo vão a igreja visitar se vestem com decência, isso parte de pessoa pra pessoa. Se a pessoa não tem costume e nem roupa pra ir na igreja, vai do jeito que ela se veste, ela vai sentir o ambiente, e vai procurar mudar a roupa para ir na igreja. Pq elas entendem a importância da valorização pessoal, em ter modéstia. Acredito que se vestir com modéstia eh uma questão de respeito a Deus, pessoal, e com a sociedade, pois ninguém eh obrigado ficar vendo partes do corpo, só pq quer mostrar e ganhar mais atenção do que os outros.Se a modéstia eh questão de machismo, ou que não tem nada a ver, experimente entrar vestido indecentemente em uma audiência, ou órgão público, ou vai em uma entrevista de emprego…Simplesmente não entra e não vai conseguir o emprego! Para ir a um órgão público ou entrevista de emprego, devemos nos vestir com modéstia, pq não vestimos assim para Deus? Assim como muitos homens que vestem calças que dá ênfase na genitália, ou coloca camisas coladinhas só pra exibir o corpinho, ou fica tirando foto do abdômen definido e postando na NET, as mulheres tbm devem tomar cuidado no que vestir tbm! Modéstia cristã eh para TDS! Curti o post, o Bonita Adventista está de Parabéns! Manu curti muito o projeto! Que o Senhor abençoe!

    3 de janeiro de 2017 @ 15:38
  44. Stef Dutra

    Estou um tanto chocada com a quantidade de comentários feministas sobre o texto!
    Gente, cadê a empatia?! Vamos nos colocar no lugar dos outros sem julgar.
    Acredito e muito, que pastores e líderes deveriam observar com cuidado o crescente número de pensamentos feministas dentro das igrejas.
    Esse é um mal tão maléfico quanto o machismo.
    Nenhum dos dois é construtivo…
    E caso você não tenha entendido o texto como um desabafo e alerta, sinto muito, mas vá orar um pouco mais!
    Nós viemos da costela do homem e nosso lugar é ao lado dele. Não abaixo, nem acima.

    10 de janeiro de 2017 @ 14:16
  45. Diego Miranda da Sil

    Estava lendo os comentários no blog, e acho um absurdo vocês mulheres acharem que o texto é machista quando a luxuria sexual é super de boa para vocês superar, para a maioria de vocês pelo menos. mas a natureza pecaminosa fala mais alto, melhor, grita mais alto na mente do homem, e TODOS o homens enfrentam esses dilemas e quem fala que não, É MENTIROSO, pois TODO homem nascido da carne é pecador e carrega em si a natureza pecaminosa, o nome dessa doença psicológica se chama pecado.
    Alguns de nós conseguem desviar a mente da natureza pecaminosa com facilidade quando a mesma está gritando em nossos ouvidos, mas outros simplesmente não consegue ignorar os gritos e quase constantemente cambaleiam entre a racionalidade e os delírios da natureza pecaminosa.
    O texto em hipótese alguma fala que a culpa pelo pecado é de vocês mulheres. Só mostra como é difícil para o homem não pecar em pensamento, quando quase tudo neste mundo caído pode inconscientemente tirar nossa atenção e voltá-la para nossa natureza pecaminosa.
    O texto também fala como seria mais fácil evitar pecar em pensamento quando nos deparamos com menos frequência com as tentações. Isso não deveria ser considerado machismo, o mesmo tipo dilema e conflito, todos nós enfrentamos, independente de sexo, todos no mundo enfrentam em formas e variações diferentes. Para aquele que que está de dieta e gosta de chocolate, ver um chocolate e sentir seu cheiro são tentações que irremediavelmente e inconscientemente o levará a se questionar o quão prazeroso seria provar aquele chocolate e o quão gosto seria seu sabor.
    Um homem que enfrenta e luta contra seus pecados não é machista e tão pouco você deveria ter medo de tais homens, pois para eles sentir o pecado gritando em seus ouvidos ao simplesmente ver uma garota com uma saia curta é errado e vergonhoso, e por isso ele luta contra sua natureza pecaminosa.
    Mas deveriam sim ter medo dos homens que para eles tudo isso está OK, que não enfrentam e lutam contra seus pecados e desejos pecaminosos, estes são os perigosos, estes são os estupradores em potencial.

    12 de janeiro de 2017 @ 18:04
  46. Maria Eduarda sena

    Honestamente eu nunca gostei de me vestir imodestamente (até por que eu ainsa tenho 14 anos ) mais esse texto me fez refletir bastante sobre o assunto.

    26 de janeiro de 2017 @ 12:08
  47. mendesoliveira

    Achei esse texto maravilhoso, e realmente as pessoas que falam mal do texto e que e machismo e tal sao as próprias pirigospel, nao aceitam que estam erradas e julgam….

    21 de abril de 2017 @ 17:40
  48. Darlane Costa

    Concordo com o Rafael Jacy Nunes. Achei bem interessante seu comentário.

    29 de maio de 2017 @ 21:08
  49. Nay

    Que texto!!
    Uma pena que a verdade doi para muitas.
    Esse é o pensamento e visão sim dos homens, porem não ditas e este rapaz teve a coragem de
    relatar. É simples, só aceita que doi menos e pede pra Deus ajudar nós mulheres serem menos egocêntricas e menos sensuais, afinal como diz o sábio Salomão; tudo é vaidade!
    Sim! existem várias formas de percar, este ( vestimentas) é apenas um de milhões, porém se podemos ajudar o nosso próximo a pecar menos, assim façamos.

    13 de julho de 2017 @ 11:30
  50. Ramon Ferreira

    Gostei muito do Texto e ele repassa totalmente nossa luta diária, onde nós homens passamos constantemente por pensamentos impróprios e mas involuntário, pois o Homem é muito visual, de onde tiramos muitos pensa

    30 de julho de 2017 @ 6:55
  51. Ramon Ferreira

    Gostei do Texto, ela relata totalmente nossos pensamentos depravados e contínuo,muitas das vezes disperto esse pensamentos apenas com um decote de uma moça,onde nós cristão sempre devemos nós afastar do pecado Sexual,mas não só desses,de modo geral todos,mas este ganha destaque por conta de muita das vezes estamos em constantes lutas na Faculdade,nas ruas,no trabalho e até mesmo dentro da Igreja, estamos vivendo em uma sociedade que a cada dia está se contaminando mais e mais,pois somos um povo cheio do ESPÍRITO SANTO e não podemos cessar nossa vigilância contra essa luta Sexual.Me expressei um pouco, mas por favor não sou machista, vocês não intende a cabeça de um Homem, pensamentos impróprios nós perseguem a todo instantes, a cada dia uma luta diferente é difícil.!! Grato Deus Abençoe a vida de cada um.!!

    30 de julho de 2017 @ 7:06
  52. Lilian

    Pessoal li todo o texto e todos os comentários, achei brilhante a maioria dos comentários contras e a favor, quero registrar minha opinião. “E ela lhe pegou pela sua roupa, dizendo: Deita-te comigo. E ele deixou a sua roupa na mão dela, e fugiu, e saiu para fora”.Gn 39:12, creio que nessa passagem José nos deixa uma lição: não podemos flertar com o pecado temos que fugir a qualquer custa, pois não podemos confiar na carne. Creio que é isto que o rapaz da carta esta tentando fazer. Ouvi alguem testemunhar em uma entrevista com Billy Graham, como que ele conseguia se manter fiel? Ao que ele respondeu que evitava entrar num elevador sozinho com uma mulher, exceto sua esposa. Exagero? Ou o temor ao Senhor é o principio de toda sabedoria?

    13 de agosto de 2017 @ 0:21
  53. Rodrigo Martins

    Tive o primeiro contando com a questão da Modéstia com sites, blogs e canais Católicos, e nunca passou pela minha cabeça que encontraria impiedade a respeito deste assunto como vi em alguns cometários por aqui – levando em consideração a imoralidade que o país se encontra. A Modéstia é uma postura básica, o mínimo que se espera de um convertido, e o fato do assunto e suas implicações serem tratadas com tantas dificuldades, e muita delicadeza, demonstra o abismo que estamos. Mas existe algumas batalhas praticamente perdidas uma vez que há disseção a respeito de tudo e exista muitas janelas para imodéstia no cotidiano atual. Particularmente só vim a entender a importância da Modéstia quando aprendi que você se anula para que o Cristo cresça e que a Modéstia se aplicada nesse sentido, ou seja, sou um dos que não era capaz de realizar o mínimo que se espera.

    Sobre a carta em especifico comigo é exatamente igual. Citaram Jó e a aliança com olhos como argumento contra a carta, mas Jó reconheceu o problema, e reconheceu no nível que pode lidar; não fixar, não não olhar. Em certa medida o jovem da carta tem feito o mesmo. Que bom que exista as que entendem.

    E o que realmente me impressionou é como o feminismo está enraizado na cabeça das mulheres. O texto foi encarado de duas formas e uma delas é que é machista, ou seja, machismo é um critério e uma forma de coletivizar a culpa por determinado comportamento, o que considero estranho para uma mulher tão sábia quanto a autora do site/canal não ter percebido isto, e acabar indo desatentamente para o jogo feminista. Inclusive só me dei conta a pouco que havia encontrado o canal mas não havia me inscrito por conta disso e me deparei de novo com o mesmo problema.

    31 de agosto de 2017 @ 16:15
    • Emanuelle Sales

      Um dia me chamam de feminista, no outro me chamam de machista. Está difícil trabalhar nos dias atuais, amigo. Tenho o pensamento da composição dos Arrais: “Deixa Ele te falar quem você é”. Creio que interpretação depende muito do pré conceito com que se lê. Inclusive, uma psicóloga afirmou isso aqui.

      31 de agosto de 2017 @ 16:50

Publicar um comentário

Seu e-mail será nunca publicado ou compartilhado. Campos obrigatórios são marcados *

*
*

ou