Ninguém fala isso

Ninguém fala isso

O que ninguém fala sobre o consumo de carne

Aqui está um dos vídeos mais pedidos por vocês: vegetarianismo. Nunca imaginei que tanta gente se interessasse pelo assunto. Foi uma supresa muito BOA! Ainda que você consuma carne, este vídeo vai te fazer enxergar o vegetarianismo e veganismo com outros olhos. E se alguém por aqui faz piadinha com quem escolheu não comer os animais nem seus derivados, há muito pra você aprender. Esta é uma escolha nobre que merece, no mínimo, respeito. Ah, se você, como eu, odeia ver imagens sensacionalistas de morte e tudo mais, FIQUE TRANQUILO, não terá nada disso no vídeo. O papo é sério, porém de um jeito leve. Dê o play:

Alguns dados interessantes do documentário

“A prática da agropecuária produz mais gases de efeito estufa do que as emissões de todo o setor de transportes” (Relatório das Nações Unidas)

A indústria da carne e leite causa mais danos à atmosfera do que todos os carros, caminhões, trens, barcos e aviões do mundo. Ela é responsável por 51% das emissões se gases do efeito estufa.

Vacas e outros animais produzem uma quantidade enorme de gás metano no seu processo digestivo. O gás metano do gado é 86 vezes mais destrutivo que o dióxido de carbono dos veículos.

A ONU e outras agências publicaram que o gado, além de desempenhar um papel importante no aquecimento global, é também a principal causa do consumo de recursos e da degradação ambiental que destrói o planeta hoje.

A criação de animais para o abate é responsável por 30% do gasto de água mundial e responsável por até 91% da destruição da Amazônia brasileira. As florestas são cortadas para dar lugar a pastos.

As linhas de pescas matam inúreros animais marinhos além dos peixeis, como golfinhos, tubarões e outros animais mais raros. Isso afeta a cadeia alimentar marinha e causa a extinsão em série.

113g de hambúrguer necessita de 2,5 mil litros de água para ser produzido (o equivalente a 2 meses de banho).

O uso doméstico de água é apenas 5% do que é consumido nos EUA contra 55% da criação de animais.

Um estudo descobriu que cerca de 500g de carne consome 9 mil litros de água. Para a mesma quantidade de ovos, são mais de 1,8 mil litros, e para o queijo quase 3,5 mil litros.

A indústria do gado já deu um fim em grandes manifestantes ambientais, como Dorothy Stang, em 2005. Ela era uma Americana que vivia na floresta brasileira. Ela se posicionou abertamente contra a destruição das florestas pela pecuária. Ela foi brutalmente assassinada por um homem contratado. Mais de 1.100 ativistas foros mortos nos últimos anos no Brasil.

Falar de preservação ambiental sem falar do consume de carne é como falar de câncer de pulmão ignorando o tabagismo.

50% dos grãos produzidos no mundo são para alimentar animais de abate. Esse alimento poderia acabar com a fome no planeta.

Você pode economizar: 4 mil litros de água, 20 quilos de grãos, 3 metros quadrados de áreas florestais e 4,5 quilos de CO2 e 1 vida animal diariamente sendo vegano.

“Quando se repõem valores como compaixão, integridade e bondade, isso se reconstrói na história da nossa comida” (Josh Tetrick, criador do ovo a base de plantas).

“Precisamos de sutentabilidade. Nós podemos fazer isso. Nós precisamos escolher isto” (John Jeavons, inovador em agricultura bioestensiva).

Espero que o vídeo tenha ajudado!

por Emanuelle Sales

7 Comentários

  1. hellen

    Nossas…. Vc disse tanta coisa que foi importante que nem sei o que elogiar!!! Mas a parte do incomodo dos outros enquanto comemos nossas folhinhas e sobre a dita sustentabilidade imaginaria da midia foi The Best. Serio …vc traduziu o que sinto! Beijo na testa Manu

    29 de novembro de 2016 @ 22:21
    • Emanuelle Sales

      Fico feliz que tenha aproveitado as informações queridas. E claro, um beijão na testa =)

      30 de novembro de 2016 @ 13:46
  2. Ana Vitória

    Oi Manu, gosto muito de suas mensagens, elas além de causar impacto de novas ideias me causa motivação para mudar alguns hábitos. Só acho seu tom de voz um tanto irônico, rsrs, e tem pessoas – principalmente aquelas não concordam com seu ponto de vista – que não se sentem bem com isso.
    Queria saber tbm o que você entende pela palavra “caramba”, porque até então conheço como um xingamento.
    Abraços!

    1 de dezembro de 2016 @ 14:50
    • Emanuelle Sales

      Oi, querida, fico feliz que as mensagens te façam bem =)
      Sobre meu tom de voz, nunca tinha reparado. Tento ser o mais natural possível, como se fôssemos amigos. O povo costuma sentir isso de forma positiva, mas vou ficar mais atenta já que vc teve essa impressão. Ah, a palavra “caramba” na minha região é uma expressão de surpresa, de espanto. É comum no Brasil as expressões mudarem bastante de um lugar para o outro. Meu avô, que veio do nordeste, sempre fala pra gente isso. Beijos

      1 de dezembro de 2016 @ 20:22
  3. Karen Michele

    Gostei muito das informações, tem gente que acha que vai ficar fraco se não comer carne, mas é porque não fazem do jeito certo, o melhor é procurar um nutrólogo fazer os exames de sangue que medem a quantidade das vitaminas no sangue e seguir a dieta que ele passar sempre mencionado que não quer mais comer carne.

    2 de dezembro de 2016 @ 12:26
  4. Fabio

    Cade a fonte dessas afirmações?

    20 de janeiro de 2017 @ 0:01
    • Emanuelle Sales

      Toda fonte está explicada no vídeo: relatório das Nações Unidas e documentário Cowspiracy…

      20 de janeiro de 2017 @ 1:13

Publicar um comentário

Seu e-mail será nunca publicado ou compartilhado. Campos obrigatórios são marcados *

*
*

ou